Créditos: Microsoft

Falha no Windows 10 pode corromper drive NTFS com uma simples linha de código

Pesquisador afirma que vulnerabilidade existe desde o update de abril de 2018

Uma falha crítica do Windows 10 pode corromper seu sistema de arquivos num HDD ou SSD que tenham sido formatados no padrão NTFS - ou seja, o mais usado da atualidade. Executando uma simples linha de código, o sistema se corrompe até o Windows precisar reiniciar para fazer um reparo dos arquivos, o que pode causar a perda de dados importantes.

Segundo o pesquisador que encontrou a falha, ela deve existir desde a build 1803 do Windows 10, ou seja, o problema teria sido introduzido no update de abril de 2018, indo para quase três anos presente no sistema. O maior risco que o código representa é que ele pode ser facilmente ocultado num arquivo ZIP ou num atalho para pegar alguém desprevenido.

Segundo o Security Newspaper, o problema também pode ser engatilhado se você tentar acessar o atributo "$i30" num sistema NTFS de determinada maneira. Programadores e técnicos poderiam usar esse acesso para encontrar arquivos e pastas deletados, o que pode ser útil na recuperação de dados ou em análises forenses (criminais). 

Não se sabe porque o acesso a esse atributo causa a falha crítica e dano ao drive. Depois que o código é executado, o Windows mostra uma mensagem avisando que o arquivo ou diretório está corrompido e não pode ser lido. Vão aparecer várias notificações de erro pedindo para reiniciar e, ao fazer isso, o Windows usa o programa de análise de disco para tentar corrigir o problema. Mas depois disso o sistema não consegue mais logar, indicando corrupção no drive.

A Microsoft prometeu uma solução para o problema tão logo quanto possível. É importante reiterar que, apesar de existir há um bom tempo, a falha foi descoberta e divulgada de maneira oficial mais ou menos recentemente, então a partir daqui não deve demorar tanto para aparecer uma solução no Windows. Infelizmente não há ainda informações de como mitigar o problema enquanto esperamos um patch.

Fonte: Security Newspaper
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.