Créditos: Adrenaline

MSI também confirma aumento no preço de placas de vídeo, que chegará ao Brasil

Reajuste pode ficar na casa dos 9%, de acordo com estimativas da fabricante

O mercado de hardware começou 2021 com uma alta nos preços de placas de vídeo e também placas-mãe. Seguindo empresas como ASUSZotac e EVGA, a fabricante MSI é mais uma das empresas que confirmou um reajuste nos valores de suas GPUs nos Estados Unidos, o que também vai afetar o mercado brasileiro.

A informação sobre o aumento de preço foi confirmada por David Yee, especialista de componentes da MSI, durante uma entrevista para o Tom's Hardware na CES 2021. O motivo para o aumento são as novas taxas que afetam produtos eletrônicos exportados nos Estados Unidos, cortesia da guerra comercial com a China.


A MSI apresentou a série RTX 30 Sea Hawk na CES 2021. (Imagem: Tech Power Up)

De acordo com David Yee, a empresa ainda está trabalhando nos novos preços dos hardwares. Graças aos problemas de estoque causados pela pandemia, a empresa também deve atrasar a chegada de produtos apresentados durante a CES 2021, como é o caso da linha de GPUs RTX 30 Sea Hawk.

Acréscimo de aproximadamente 9% no Brasil

O governo dos Estados Unidos retornou com uma taxa de importação de 25% para hardwares, o que levou diversas fabricantes a confirmarem um aumento no preço de seus produtos. Fabricantes como Asus, Zotac e EVGA já disseram que os consumidores podem esperar um crescimento na cifra de placas de vídeo e placas-mãe.

A equipe da MSI no Brasil nos deu uma estimativa de quanto deve ser o reajuste nos preços no nosso país. Enquanto a galera dos Estados Unidos já está lidando com taxas mais altas, a empresa estima que o valor das placas de vídeo "de todas as linhas" pode subir cerca de 9% por aqui, após tomar algumas medidas visando minimizar o aumento.

- Continua após a publicidade -

A empresa ressalta que alguns produtos ainda devem ser vendidos com preços convencionais, já que a taxação vale apenas para os estoques que chegaram aos Estados Unidos após 1° de janeiro de 2021. Além disso, algumas GPUs de entrada podem acabar escapando da taxa extra, mas a tendência é que todos os modelos gamers fiquem mais caros durante as próximas semanas.

Além de lidar com a taxação extra nos Estados Unidos, o mercado de placas de vídeo também está sofrendo com a distribuição de produtos, problema que já está presente na indústria desde o ano passado. Recentemente, um novo "boom" de mineração de criptomoedas também desestabilizou o mercado, o que contribuiu para tornar os estoques ainda mais escassos.

Via: Tom Hardware
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.