Impressões da conferência de lançamento do Sandy Bridge

A conferência de imprensa da Intel que aconteceu no evento pré-CES 2011 foi nada menos do que espantosa. A chegada da segunda geração de processadores Intel Core i3, i5 e i7, conhecido como Sandy Bridge,  foi apresentada por Mooly Eden, vice-presidente da empresa.

Os novos processadores chegaram ao mercado até 42% mais velozes do que sua geração anterior para criação de conteúdo (vídeo e arte digital) e até 50% para games.



(Paul Otellini, CEO da Intel)


Desde a geração anterior eles são fabricados em um processo que cria transistores com o tamanho de 32nm, e houve nesta nova geração o aperfeiçoamento na ligação da cadeia melhorando a transmissão de dados, a performance e diminuindo o gasto de energia. Cada processador Sandy Bridge possui 1.16 bilhão de transistores que garante:

- Intel Clear Video HD Technology: um processo que cria qualidade visual incomparÁvel para reprodução de conteúdo HD no computador;
- Intel InTru 3D: reprodutor de Blu-Ray 3D com resolução em 1080p acima do HDMI 1.4;
- Intel HD Graphics 3000: garantia de performance superior em 3D imersivo voltado a filmes e games;
- Intel Insider: tecnologia que cria um ambiente protegido para a distribuição e compartilhamento de conteúdo multimídia de grandes empresas, como os estúdios de cinema, garantindo um nível superior de proteção;
- Intel Quick Sync Video: um conversor de vídeo extremamente veloz para player de vídeo, compartilhamento online, edição e autoração.


- Continua após a publicidade -


(Mooly Eden, vice-presidente da Intel)


Durante a apresentação Gabe Newell, presidente da Valve, subiu ao palco e revelou um demo do game Portal 2. Um dos assistentes da Intel jogou o game com o Sixense, periférico da Razer, que é um controle de movimento para PC extremamente preciso e cuja resposta era ainda melhor em um computador com Sandy Bridge.




 

- Continua após a publicidade -

Em outro momento, enquanto Mooly falava sobre como a performance de novos processadores mudarão a maneira como se jogam games, o assistente colocou no telão uma versão renderizada da cabeça do Vice-presidente, uma espécie de avatar que copiava seus movimentos em tempo real. Uma demonstração clara do poder do chipset.

Nós da equipe Adrenaline saímos da coletiva com a impressão de que o produto tem mesmo um potencial muito grande. Na teoria, diante de tudo o que vimos hoje, ele realmente parece um produto bastante promissor, e na prÁtica, que é o que importa, o Sandy Bridge supera as expectativas.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.