Microsoft tentou comprar a Nintendo antes de lançar Xbox

Em uma reunião entre as empresas, funcionários da gigante norte americana relatam que os responsáveis pela Nintendo riram deles
Por Willian Ferreira 06/01/2021 21:54 | atualizado 06/01/2021 21:54 Comentários Reportar erro

Hoje faz oficialmente 20 anos do anúncio oficial da entrada da Microsoft no mercado de jogos, revelando o primeiro Xbox na CES 2001. Para celebrar o aniversário da divisão Xbox, a Bloomberg realizou uma entrevista com a equipe responsável pelo primeiro console da marca, revelando uma situação cômica com uma das rivais da empresa, a Nintendo

A empresa norte americana vinha procurando parceiros para a entrada no mercado de jogos, após uma série de reuniões com algumas empresas para parcerias em compras. Após ouvir uma recusa de compra da EA Games, a Microsoft decidiu se reunir com a fabricante japonesa.

Segundo o diretor de gestão de terceiros da Microsoft na época, Kevin Bachus, as companhias se reuniram sobre uma possível compra da fabricante japonesa. Porém os representantes da Nintendo não ligaram para o interesse de compra, inclusive ficaram rindo da proposta.

“Steve [Ballmer] nos fez ir ao encontro com a Nintendo para ver se eles considerariam ser adquiridos. Eles riram muito. Tipo, imagine uma hora com alguém rindo de você. Foi assim que a reunião foi.”
- Afirmou Kevin Bachus para a Bloomberg.

Com a abordagem de compra não sendo do interesse da gigante japonesa, a Microsoft tentou mudar a sua proposta, oferecendo um joint venture para a rival. Assim a dona do Xbox ficaria responsável pelo hardware e a Nintendo faria o que sabia de melhor, criar jogos.

- Continua após a publicidade -


Sem nenhuma parceria com a Nintendo, a Microsoft anunciou em 2001 seu próprio console, o Xbox.

A Microsoft teve acesso à um dos modelos de hardware que estava sendo construído pela Nintendo, que na época trabalhava no desenvolvimento do GameCube. Assim, segundo o chefe de desenvolvimento de negócios da Microsoft na época, Bob McBreen, eles usaram como argumento o fato de que o hardware do novo console da empresa japonesa era péssimo.

“O hardware era péssimo e, em comparação com o PlayStation da Sony, era mesmo. Então a ideia era: “Ouça, você é muito melhor nas partes relacionadas a jogos, com o Mario e todas essas coisas. Por que você não nos deixa cuidar do hardware? ” Mas não deu certo.”
- Afirmou Bob McBreen na entrevista.

Isso fez com que empresa norte-americana seguisse seu trabalho de procurar estúdios para ter seus próprios jogos exclusivos. Porém, mesmo não conseguindo a parceria com a gigante japonesa, a empresa ainda conseguiu comprar algumas franquias que fizeram sucesso nos consoles da Nintendo, através da compra da Rare.

Com essa compra, a Microsoft conseguiu ficar com as franquias como Battletoads, Conkers Bad Fur Day , Banjo-Kazooie e Perfect Dar, levando-os para a plataforma Xbox.

- Continua após a publicidade -

Desde então as empresas vem sendo rivais, mas ultimamente ambas vem mostrando certa amizade publicamente. Isso já deu alguns frutos, como uma parceria que levou títulos como Cuphead e ambos os jogos da franquia Ori para o Nintendo Switch.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: NeoWin Fonte: Bloomberg
  • Redator: Willian Ferreira

    Willian Ferreira

    Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.