Créditos: TechPowerUp

AMD anuncia AGESA 1.1.9.0 melhorando overclock em placas X570

Também temos suporte para o Modern Standby e suporte para "placas-mãe X570 sem ventoinha"

A AMD revelou recentemente as quatro principais alterações que sua nova atualização de microcódigo AGESA 1.1.9.0 irá trazer para plataformas Ryzen 5000. Esse update será lançado pelas fabricantes de mainboards e OEMs através de atualizações de firmware BIOS / UEFI (Unified Extensible Firmware Interface, em português Interface Unificada de Firmware Extensível). O AGESA representa as atualizações de firmware que a AMD disponibiliza para as fabricantes atualizarem suas placas-mãe.

Primeiramente, o novo AGESA traz um aprimoramento do suporte a overclocking de fabrica na faixa de FCLK 1800 MHz a 2000 MHz. lembremos aqui que o limite típico, como menciona o Tom'sHardware, é de 1600 MHz.

Este suporte expandido permitirá que os usuários executem sua memória de maior frequência, como DDR4-3800 e DDR4-4000, no modo 1: 1: 1 que, por sua vez, oferece menor latência.

Além disso, o update traz o suporte para o estado de energia S0i3 do Windows 10, mais conhecido como Modern Standby ou estado de repouso. Outra mudança que deixou algumas pessoas confusas foi o suporte para "placas-mãe X570 sem ventoinha". A questão ganha uma certa ambiguidade, pois não sabemos se isso significa um modo de fan-down nas placas-mãe X570 existentes ou se uma nova onda de placas-mãe sem refrigeração ativa baseadas nesse chipset (no caso, placas-mãe X570 com refrigeração passiva) está chegando. Uma dessas placas seria a  ASUS ROG Crosshair VIII Dark Hero.

- Continua após a publicidade -

Essa informação fica mais interessante quanto notamos que não é tão comum ouvirmos falar de  suporte expandido para placas-mãe X570 com refrigeração passiva. A maioria das placas X570 atuais precisam de resfriamento ativo ou líquido. A AMD ainda não compartilhou detalhes sobre isso, mas existe a possibilidade de recebermos novos estados de energia que permitem que o chipset opere com um TDP mais baixo enquanto mantém desempenho.

Por fim, o quarto grande destaque que a AMD menciona são "melhorias gerais de estabilidade"

Até agora, não há datas para o novo código AGESA da AMD chegar para as placas-mãe X570 atuais, mas a estimativa mencionada é entre janeiro e fevereiro deste ano.

Via: Tomshardware, TechPowerUp
  • Redator: Saori Almeida

    Saori Almeida

    Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

Em um remake, você quer:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.