Créditos: PCMag

CPUs Intel Core de 11ª geração na CES: finalmente PCIe 4.0 e DDR4-3200MHz?

Os rumores sugerem que os novos topo de linha serão anunciados no dia 11 de janeiro

Segundo rumores, a nova família de processadores para desktop "Rocket Lake-S" da 11ª geração Intel podem estar a apenas algumas semanas de um anúncio global. Para ser mais específico, as novas CPUs topo de linha seriam apresentadas oficialmente durante o evento virtual da CES 2021, na primeira quinzena de janeiro.

O keynote (virtual) da Intel está agendado para 11 de janeiro de 2021. Pelo que se sabe até o momento, as placas-mãe com chipset série 500 serão disponibilizadas no mesmo dia, porém isso não quer dizer que os processadores chegarão junto com as mainboards. Os rumores sugerem que os CPUs baseados na arquitetura Cypress Cove da Intel não estarão disponíveis até março. Vazamentos anteriores inclusive apontam que eles não seriam encontrados no varejo até o segundo trimestre de 2021, chegando no período entre abril e junho.

Como os Rocket Lake-S devem ser baseados no atual LGA1200, essas placas-mãe podem também devem ter suporte aos Comet Lake-S da 10ª geração e, posteriormente, aos Rocket Lake-S. Abaixo, temos uma tabela (não-oficial) do que pode ser a a linha de processadores Rocket Lake-S:

O que esperar dos Rocket Lake-S?

Levando em consideração as informações não-oficiais que estão circulando até o momento, teremos mais uma rodada de processadores Intel nos seus 14 nanômetros com IPC melhorado, provavelmente a última geração nesse processo. Um ponto que pode não agradar as expectativas é que o Core i9-11900K topo de linha não seria um CPU de 10 núcleos como o Core i9-10900K atual. Em vez disso, a CPU de desktop pode cair para apenas oito núcleos com 16 threads via Hyper Threading.

- Continua após a publicidade -

Por outro lado, a Intel novamente "compensaria" com clocks mais altos - estamos falando de um possível clock máximo de 5,3 GHz e um all-core Turbo de 4,8 GHz. Como o hothardware pontua, um desempenho similar (se não igual) ao atual 10900k, porém com dois núcleos a menos. O motivo dessa redução ainda é desconhecido.

Sobre novidades verdadeiras, os novos processadores trarão finalmente suporte a PCI Express 4.0 - primeira vez que uma plataforma Intel ofereceria essa tecnologia. Outro "first" seria suporte a memórias de 3200 Mhz de forma nativa via processadores, ao menos em algumas linhas como na Core i9. E, por fim, também podemos receber componentes com suporte à especificação Thunderbolt 4, Ethernet de 2,5 Gigabit e a mais recente tecnologia gráfica Xe da Intel.

Claro, devemos levar todas essas informações como não oficiais, já que não é algo confirmado pela própria Intel, tratando-se de rumores e vazamentos, como pontuado diversas vezes nessa publicação. Saberemos as especificações reais, se as informações mais recentes estiverem certas, no dia 11 de janeiro.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: TechPowerUp
Tags
  • Redator: Saori Almeida

    Saori Almeida

    Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.