Créditos: EETAsia

SMIC também entra para Lista de Entidades dos EUA e não poderá importar do país

Restrições podem afetar linha de produção de chips da maior fabricante da China

A Semiconductor Manufacturing International Corporation, mais conhecida como SMIC, entrou nessa semana para a Lista de Entidades do Departamento de Comércio dos Estados Unidos. Isso significa que companhias do país estão proibidas de negociar com a gigante chinesa da fabricação de semicondutores.

O que isso significa, na prática, é que a SMIC vai ter dificuldades para importar e exportar produtos dos EUA. O que vai ser especialmente problemático para a companhia é a parte da importação, já que ela não vai ter como comprar tecnologias essenciais para a fabricação de seus processadores futuros, especialmente em processos mais novos, como os 5nm que já estão aparecendo na Samsung e TSMC..

A Lista de Entidades dos EUA começou a ser notada mundialmente por entusiastas da tecnologia quando a Huawei foi colocada nela. Mas, diferente da fabricante de smartphones, não são alegações de espionagem e invasão de privacidade que colocam a SMIC na lista. O Departamento de Comércio diz que o país não pode ajudar a companhia a oferecer tecnologia às forças militares de um adversário.

"Nós não vamos permitir que tecnologia avançada dos EUA ajude a construir as forças militares de um adversário cada vez mais beligerante. Entre os preocupantes relacionamentos da SMIC com o complexo industrial militar, a aplicação agressiva da China de mandados civis com militares e subsídios vindos do Estado, a SMIC ilustra perfeitamente os riscos da China aproveitando tecnologia dos EUA para suportar sua modernização militar."
Wilbur Ross, secretário de comércio dos EUA em declaração ao Engadget

"Nós não vamos permitir que tecnologia avançada dos EUA ajude a construir as forças militares de um adversário cada vez mais beligerante. Entre os preocupantes relacionamentos da SMIC com o complexo industrial militar, a aplicação agressiva da China de mandados civis com militares e subsídios vindos do Estado, a SMIC ilustra perfeitamente os riscos da China aproveitando tecnologia dos EUA para suportar sua modernização militar."
Wilbur Ross, secretário de comércio dos EUA em declaração ao Engadget

O banimento ainda é resultado das políticas públicas do governo Trump cada vez mais restritivas contra empresas chinesas. A administração dele já havia levantado suspeita contra a SMIC e sua ligação com forças militares. Agora eles alegam que tiveram suas preocupações confirmadas e colocaram a empresa na lista, junto com mais ou menos 60 outras - incluindo a DJI.

Via: Mundo Conectado Fonte: Engadget
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Qual os planos para hardware esse ano?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.