Créditos: Divulgação: AMD

ASUS adiciona o suporte ao Resizable BAR (usado no AMD SAM) em placas Intel Z490

Tecnologia melhora o acesso do processador à memória de vídeo

A tecnologia "resizable BAR", disponível dentro do protocolo PCI Express, ganhou os holofotes com o lançamento das placas Radeon RX 6000, as RDNA 2 da AMD. Apesar de limitada à combinação de um processador AMD Ryzen série 5000 e uma placa Radeon da geração mais recente, o recurso está disponível para outras marcas e é previsto nas especificações o slot PCIe, e algumas fabricantes estão preparando terreno para uma adoção mais ampla.

Como reparou o pessoal do Tom's Hardware, a ASUS implementou em um update de algumasa placas Z490, chipset mais recente para placas high-end do segmento doméstico da Intel, o suporte ao "Re-Size BAR" e ao "Above 4G Decoding", as duas tecnologias necessárias para habilitar o AMD SAM.

O resizable BAR, ou o nome completo, o "resizable base address registrer" (algo como registro de endereçador base redimensionável, em uma tradução bastante livre do autor desse post) trata de uma antiga limitação: o processador tem acesso à memória de vídeo dedicada através de um buffer limitado a 256MB por vez. Isso é feito dessa forma por questões de compatibilidade com sistemas baseados em 32-bit. O protocolo PCI Express já previa a possibilidade de ampliar isso em hardwares e sistemas mais modernos, inclusive o Windows já tem suporte ao recurso faz um bom tempo.

A AMD foi a primeira a trazer novidades nessa área no anúncio das Radeon RX 6800 e 6800 XT, trazendo suporte a essa tecnologia com a combinação de um Ryzen da série 5000, placas-mãe série 500 e as novas placas de vídeo da empresa. Como já testamos por aqui, a implementação da AMD desse recurso, batizada de Smart Acess Memory, traz ganhos de desempenho em diversos cenários, com casos como Assassin's Creed Valhalla se sobressaindo.

- Continua após a publicidade -

Apesar da combinação bastante específica de lançamentos da AMD, o recurso não é exclusivo da empresa, e inclusive a Nvidia já afirmou que possui suporte em suas novas placas Ampere, enquanto a AMD já trabalha em conjunto com Nvidia e Intel para implementar essa capacidade em combinações de hardware de diferentes empresas.

Mesmo trazendo ganhos discretos na maioria dos cenários, o AMD SAM já mostra o potencial que o resizable BAR tem em melhorar gargalos e entregar mais desempenho sem custos adicionais, bastando ter o hardware compatível. Apesar da Intel não ter falado ainda sobre o assunto, a Asus adicionar suporte em uma placa Z490 mostra que há potencial que algum processador (lançado ou ainda não) dessa plataforma vá trazer a compatibilidade.

Via: Guru3D Fonte: Tom's Hardware
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual os planos para hardware esse ano?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.