Intel miniaturiza SSD com série 310, mantendo bom desempenho

A Intel pegou a comunidade de surpresa com o anúncio do drive em estado sólido da série 310. É que o SSD tem como grande destaque a sua dimensão, ou melhor, sua pequena Área.

Distribuído em 5,1cmx3cmx0,5cm, o drive tem apenas um oitavo (12,5%) da Área do X25, com taxas de leitura e escrita que chegam respectivamente a 200MB/s e 70MB/s.

Com a chegada da série 310, a Intel abre um leque de novas possibilidades para a indústria, como a possibilidade da criação de netbooks e tablets ainda menores e mais finos, bem como UMPCs ainda mais robustos. Além disso, permite-se o desenvolvimento de laptops com sistema duplo de armazenamento, com o SSD para o sistema/boot, e um HD convencional para o armazenamento de dados. De acordo com a Intel, tal solução incrementa a performance do sistema em até 60%.


- Continua após a publicidade -

Por não utilizar partes mecânicas móveis, o SSD tem como vantagens sobre os HDs, uma maior durabilidade e segurança, além de menor consumo de energia (vital para sistemas ultra portÁteis) e alto desempenho.

A linha SSD 310 se utiliza de chips de memória flash NAND de 34nm, com interface m-SATA e duas opções de tamanho: 40GB (preço em US$99 e taxa de leitura e escrita respectivamente em 170MB/s e 35MB/s) e 80GB (preço em US$179 e taxa de leitura e escrita respectivamente em 200MB/s e 70MB/s).

Assuntos
Tags
ssd
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

Pra você, quem merece o GOTY?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.