Créditos: Activision

Activision obtém patente para partilha de loadouts de CoD via redes sociais

Recurso permite compartilhar detalhes complexos, como configurações e até tutoriais em vídeo

A Activision obteve uma patente que detalha um recurso inédito de compartilhamento de loadouts de armas e equipamentos para os modos multiplayer dos jogos da franquia Call of Duty. O documento de registro se chama "Systems and methods for customizing weapons and sharing customized weapons via social networks" – que, em português, pode ser traduzido como "Sistemas e métodos para customizar e compartilha armas através de redes sociais".

Como aponta o site PC Gamer, a natureza das patentes é exaustar todas as possibilidades daquela invenção. Por causa disso, o documento é bastante longo, com quase 75 mil caracteres. Ainda assim, seu conceito básico é relativamente simples.

A ideia é criar um sistema para compartilhar os loadouts de armas do game com outros jogadores, tanto através do próprio Call of Duty quanto via redes sociais. Isso inclui coisas como atributos de desempenho das armas, a aparência delas, estatísticas de desempenho das armas e estatísticas de desempenho do jogador.

O pedido de patente foi feito em setembro de 2019 pela própria produtora, e a propriedade intelectual foi concedida para a Activision no dia 17 de novembro de 2020. O inventor indicado no documento é David J. Vonderhaar, o chefe de desenvolvimento multiplayer da franquia.


Fonte: Activision

- Continua após a publicidade -

O usuário pode escolher compartilhar sua arma com todo mundo, com apenas um grupo específico ou somente com seu esquadrão atual. O sistema permitiria até mesmo fazer a partilha do loadout usando um email ou mensagens de texto. A patente chega a citar sites de mídia social como Facebook, Google+, Twitter, Instagram, Vine e Tumblr.

"Um jogador pode especificar que ele ou ela deseja fazer com que uma configuração customizada de arma esteja disponível para ser usada durante gameplay por um ou mais jogadores. Em algumas implementações, um usuário pode especificar que uma configuração de arma customizada e/ou algumas das informações supracitadas sejam disponibilizadas para todos os jogadores, ou um subconjunto de jogadores. Isso inclui, mas não se limita a amigos (ou seguidores), membros de equipe ou outros grupos de jogadores".
Trecho da patente da Activision

"Um jogador pode especificar que ele ou ela deseja fazer com que uma configuração customizada de arma esteja disponível para ser usada durante gameplay por um ou mais jogadores. Em algumas implementações, um usuário pode especificar que uma configuração de arma customizada e/ou algumas das informações supracitadas sejam disponibilizadas para todos os jogadores, ou um subconjunto de jogadores. Isso inclui, mas não se limita a amigos (ou seguidores), membros de equipe ou outros grupos de jogadores".
Trecho da patente da Activision

Na hora de compartilhar o seu loadout, os jogadores ainda poderão incluir texto personalizado, conteúdo gráfico, fotos, áudio, vídeo ou outro conteúdo multimídia. A patente chega até a ir além dos loadouts, citando alguns recursos extra para a comunidade.

Isso inclui a possibilidade de jogadores enviarem desafios para os seus amigos. Esses desafios podem ser relacionados ao desempenho do jogador, a estatísticas de uso de arma ou outros objetivos com determinado loadout. Isso poderia até ter um timer, que poderia ser consultado pelos jogadores através de uma interface de disputas.

É algo bem parecido com o que já foi incluído em outros jogos de outras desenvolvedoras, como é o caso de Burnout: Paradise da Criterion. Ainda assim, trata-se de uma ideia nova para a franquia Call of Duty, que certamente vai aumentar o engajamento entre jogadores caso seja implementado.

- Continua após a publicidade -

Via: Game Rant, PC Gamer Fonte: USPTO
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Em um remake, você quer:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.