Créditos: CD Projekt Red

Vulkan recebe especificações finais de Ray Tracing, divulga Khronos Group

Especificações de extensão GLSL e SPIR-V integram Ray Tracing na API

O Khronos Group revelou que estão prontas as especificações finais do Ray Tracing para a API Vulkan. A funcionalidade será implementada através das especificações de extensões GLSL e SPIR-V, que prometem integrar a funcionalidade no framework já existente sem maiores obstáculos.

"Este é um marco significativo para a indústria, já que se trata do primeiro padrão para aceleração de Ray Tracing que é aberto, agnóstico entre fabricantes [de GPU] e cross-plataforma. E ela pode ser implementada usando os núcleos de computação ou aqueles dedicados para Ray Tracing já existentes".
Comunicado oficial do Khronos Group

"Este é um marco significativo para a indústria, já que se trata do primeiro padrão para aceleração de Ray Tracing que é aberto, agnóstico entre fabricantes [de GPU] e cross-plataforma. E ela pode ser implementada usando os núcleos de computação ou aqueles dedicados para Ray Tracing já existentes".
Comunicado oficial do Khronos Group

Em março de 2020, essas extensões haviam sido lançadas na forma de versões provisórias. O pessoal da Khronos Group conta que recebeu feedback das fabricantes de hardware e dos desenvolvedores de software. Isso inclui pessoas de dentro e de fora do grupo – o que resultou em algumas mudanças, mas não alterou a maneira fundamental como opera o recurso.


Fonte: Khronos Group

"O Ray Tracing em Vulkan será familiar para qualquer um que tenha usado DirectX Ray Tracing (DXR) no DirectX 12, mas também introduz funcionalidades avançadas como a habilidade de carregar operações de configuração de Ray Tracing equilibradas na CPU do host".
Comunicado oficial do Khronos Group

"O Ray Tracing em Vulkan será familiar para qualquer um que tenha usado DirectX Ray Tracing (DXR) no DirectX 12, mas também introduz funcionalidades avançadas como a habilidade de carregar operações de configuração de Ray Tracing equilibradas na CPU do host".
Comunicado oficial do Khronos Group

De acordo com a organização, a funcionalidade geral oferecida pelo conjunto de extensões de Ray Tracing para Vulkan segue o mesmo das versões provisórias. Inicialmente, a funcionalidade só estará disponível para sistemas desktop.

- Continua após a publicidade -

Mas as extensões foram desenvolvidas de maneira que funcionam em plataformas mobile. Segundo o Khronos Group, um dos objetivos da Vulkan a longo prazo é incentivar o uso de Ray Tracing em dispositivos móveis.

Confira abaixo o conjunto de extensões que estão sendo lançadas hoje:

Especificações de Extensões Vulkan
VK_KHR_acceleration_structure
VK_KHR_ray_tracing_pipeline
VK_KHR_ray_query
VK_KHR_pipeline_library
VK_KHR_deferred_host_operations

Especificações de Extensões SPIR-V
SPV_KHR_ray_tracing
SPV_KHR_ray_query

Especificações de Extensões GLSL
GLSL_EXT_ray_tracing
GLSL_EXT_ray_query
GLSL_EXT_ray_flags_primitive_culling

Via: TechPowerUp Fonte: Khronos
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual os planos para hardware esse ano?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.