Créditos: Reprodução/ Bloggenic

Nvidia confirma que suas placas também tem suporte ao acesso às memórias pelo CPU

Empresa poderia implementar um recurso semelhante ao SAM da AMD, incluindo em modelos Intel
Por Ana Luiza Pedroso 13/11/2020 11:30 | atualizado 13/11/2020 15:50 Comentários Reportar erro

Gamers Nexus revelou que a NVIDIA está trabalhando em sua própria tecnologia semelhante a SAM da AMD (Smart Access Memory), para as GPUs Ampere. Segundo as informações reveladas, a empresa traria a novidade via atualização de software, para as GeForce RTX 30 series.

A informação veio através de uma publicação da Gamers Nexus: "Da NVIDIA, sobre SAM: “A capacidade de BAR redimensionável faz parte das especificações PCI Express. O hardware NVIDIA oferece suporte a essa funcionalidade e a habilitará nas GPUs Ampere por meio de futuras atualizações de software (leia-se drivers). Isso está funcionando internamente e estamos vendo resultados de desempenho semelhantes." Você pode ver a publicação original abaixo:

Assim a NVIDIA deixa claro que também pode implementar algo semelhante a tecnologia que está presente nas novas GPUs Radeon RX 6000 da AMD, sua concorrente direta. O BAR redimensionável já faz parte das especificações PCI Express, que está presente na linha Ampere. Isso é válido tanto PCIe Gen 3 como Gen 4. Então, com uma atualização, a funcionalidade poderia ser integrada às novas GPUs da empresa.

Algo interessante, é que a NVIDIA parece ter prometido que irá oferecer o recurso tanto para sistemas com CPUs AMD, como Intel. Isso é uma vantagem em relação a concorrente, que oferece suporte apenas para as suas próprias CPUs Ryzen 5000, com placas-mãe compatíveis com X570/B550 e com BIOS compatíveis. As Ampere, portanto, teriam maior compatibilidade com os hardwares do mercado, ampliando as possibilidades de uso.

- Continua após a publicidade -

Segundo a apresentação feita pela a AMD, com o SAM é possível acessar toda a memória da GPU. Isso permite que sejam reduzidos gargalos, permitindo um desempenho mais rápido. Além disso, também pode mapear e definir espaços de memória em GPUs dedicadas. A empresa mostrou ganhos de até 11% em seus hardwares após habilitar o recurso.

Caso a NVIDIA traga esse mesmo recurso para a linha Ampere, isso pode significa que ela pode melhorar sua posição no comparativo com os produtos da rival. Principalmente em games AAA, com gráficos mais exigentes, onde esses gargalos podem se tornar mais críticos. É necessário esperar a confirmação das informações da empresa e uma possível atualização futura. 

Via: Tom's Hardware, WCCFTech
  • Redator: Ana Luiza Pedroso

    Ana Luiza Pedroso

Qual os planos para hardware esse ano?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.