Créditos: TecLab

AMD revela benefícios que a RDNA 3 vai ter em relação à RDNA 2

O vice-presidente da AMD, Rick Bergman, concedeu uma entrevista ao site The Street em que falou sobre a nova geração

A AMD está prestes a lançar suas placas de vídeo Radeon RX 6000 baseadas em RDNA 2, com as placas gráficas Radeon RX 6800 XT e Radeon RX 6800 sendo lançadas em 18 de novembro.
A empresa já disse há apenas algumas semanas que suas equipes RDNA 3 estavam "em execução" e concluindo as tarefas.

Mas agora, durante uma entrevista com o vice-presidente executivo da AMD, Rick Bergman, feita pelo The Street, há alguns comentários bastante interessantes sobre a arquitetura RDNA 3 de próxima geração.
 
Bergman disse: "Vamos voltar atrás e falar sobre os benefícios de ambos. Então, por que buscamos, de forma bastante agressiva, o desempenho por watt (melhorias para) nosso RDNA 2 (GPUs). E então, sim, temos o mesmo compromisso com o RDNA 3".

The Street/Reprodução

 Ele ainda comentou que as melhorias são muito importantes de várias maneiras, porque se o consumo de energia for muito alto, como visto nas placas concorrentes, os usuários em potencial terão que comprar fontes de alimentação maiores e soluções de resfriamento muito avançadas. 

“E em muitas maneiras, isso realmente aumenta substancialmente a (lista de materiais) da placa. Esta é uma perspectiva de desktop. E, invariavelmente, isso significa que ou o preço de varejo aumenta ou o custo da GPU tem que diminuir", comentou o vice-presidente.

- Continua após a publicidade -

 

Devido a isso, a AMD declara que há muitos pontos de eficiência a serem trabalhados. "No caso do notebook, isso é ainda mais óbvio, porque você está em um espaço muito restrito, você pode apenas trazer mais desempenho para essa plataforma novamente sem algumas soluções de resfriamento exóticas ... Focamos isso no RDNA 2. É um grande foco no RDNA 3 também".

Rick Bergman ainda comentou a respeito das novas CPUs Zen 4, que a AMD planeja lançar em 2022. "O Zen 4 terá uma longa lista semelhante de coisas, onde você olha para tudo, desde os caches até a previsão do branch, [até] o número de portas no pipeline de execução. Tudo é examinado para extrair mais desempenho".

The Street/Reprodução

Por fim, o vice-presidente explicou a correlação entre a largura de banda da memória e o desempenho. “Normalmente, a maneira como você fazer isso é aumentar a velocidade da memória e ampliar o barramento de [memória] para aumentar o desempenho. Infelizmente, ambas as coisas aumentam o consumo ".

- Continua após a publicidade -

 

Fonte: The Street, TweakTown
Tags
  • Redator: Iraci Falavina

    Iraci Falavina

    Estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Iraci é apaixonada por games,principalmente se tiverem uma boa história. Também se interessa por animes e cinema e não recusa uma boa xícara de chá. Editora-chefe do programa de jogos do curso, o Insira a Ficha.

Qual os planos para hardware esse ano?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.