Créditos: New York Post

AMD compra fabricante de chips Xilinx por US$ 35 bilhões

O negócio será fechado até o final de 2021 e promete reforçar o portfólio da companhia na competição contra Intel e Nvidia

A AMD anunciou hoje que irá comprar a fabricante de chips Xilinx. O negócio já havia aparecido em especulações anteriormente e será fechado com uma transação de US$ 35 bilhões. A compra será paga integralmente em ações e foi aprovada pelo conselho de ambas as companhias.

Segundo o Tom's Hardware, o negócio só deve ser fechado no final de 2021 e, até lá, as empresas permanecerão atuando separadamente. Com a fusão, os acionistas da AMD serão donos de 74% dos ativos da companhia, enquanto os 26% restantes permanecerão com shareholders da Xilinx.


(Imagens: Tom's Hardware/Reprodução)

Em relação ao comando da empresa, Lisa Su, atual CEO da AMD, permanecerá em seu papel após a conclusão do negócio. Já o presidente e fundador da Xilinx, Victor Peng, ficará responsável por cuidar da divisão de negócios que engloba as frentes em que a firma atua.

O que a Xilinx faz?

A aquisição também colocará dois novos membros no conselho da AMD e aumentará consideravelmente o portfólio da empresa. Ao todo, a companhia terá cerca de 13 mil engenheiros e adicionará quase 5 mil novas patentes para o seu catálogo de tecnologias.

A aquisição também deve auxiliar a AMD no embate contra a Intel e Nvidia no mercado. A Xilinx é a principal fabricante no mercado de chips FPGA (Field Programmable Gate Array). As tecnologias de circuitos customizáveis da empresa são utilizadas em diversos eletrônicos, desde data certers até aparelhos conectados, o que garante parceria com grandes nomes da indústria.

- Continua após a publicidade -


(Imagens: Tom's Hardware/Reprodução)

Além de garantir uma presença forte da AMD no mercado de chips customizados, a aquisição também promete acelerar o crescimento da firma no mercado de servidores. A companhia já trabalha com a Xilinx no desenvolvimento de soluções com a plataforma de servidores Epyc e a fusão promete alavancar a criação de novas tecnologias no meio.

Segundo a AMD, as empresas terão um capital de US$ 2,7 bilhões para pesquisa e desenvolvimento após a conclusão do negócio."Esta é realmente uma combinação atraente que criará valor significativo para todas as partes interessadas, incluindo os acionistas da AMD e da Xilinx, que se beneficiarão do crescimento futuro e do potencial de crescimento da empresa combinada", disse Lisa Su, CEO da AMD.

A aquisição bilionária da AMD acontece pouco tempo após a concorrente Nvidia também fechar um negócio gigantesco. A fabricante de placas de vídeo comprou a ARM por US$ 40 bilhões, também visando expandir seu alcance de mercado.

Via: Tom's Hardware, PC Gamer
Assuntos
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Pra você, quem merece o GOTY?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.