Créditos: Sony

PS5 tem conexão de SSD M.2 compatível com PCIe 4.0 para expansão

Vídeo de desmontagem do console revela mais detalhes sobre seu armazenamento

A Sony nos surpreendeu nessa semana com um vídeo oficial de desmontagem do PS5. Mostrando o console por dentro, peça por peça, a empresa aproveitou pra divulgar alguns novos detalhes sobre seu funcionamento, inclusive um muito importante: você vai poder expandir a memória de armazenamento do vídeo game da próxima geração usando um slot M.2, como se fosse num notebook.

O slot conecta o SSD usando uma interface PCIe 4.0 para garantir alta performance. A solução é interessante para aumentar a versatilidade e variedade de produtos que você pode usar para expandir a capacidade do PS5, já que ela, por padrão, é menor que a do Xbox Series X. O SSD integrado ao console vem com 825GB, e podemos esperar que uma boa fatia disso será reservada para o sistema.

A informação levanta alguns questionamentos também. O SSD do PS5 promete alcançar até 5,5 GB/s na taxa de transferência de dados, algo que é mencionado no próprio vídeo. SSDs de terceiros, em média, alcançam velocidades mais ou menos parecidas de leitura quando compatíveis com PCIe 4.0, mas nem tanto quando falamos de gravação. Enquanto isso, temos também modelos ainda mais recentes que são até mais rápidos que o padrão do PS5. Então fica uma dúvida de como vai funcionar ligar um SSD para expansão e se ele vai operar exatamente com a mesma performance do padrão. De qualquer forma, a Sony mais uma vez nos mostra que está apostando muito mesmo no controlador customizado de memória que criou para o PS5. É bem provável que vamos ver SSDs M.2 para expansão sendo lançados com um selo "compatível com PS5" em breve.

- Continua após a publicidade -

Se o slot funcionar como o planejado, essa vai ser uma vantagem interessante para o console da Sony em relação ao seu concorrente. Enquanto a maioria das notícias a respeito do Xbox Series X foram muitíssimo bem recebidas, o anúncio de um SSD de expansão oficial trouxe uma surpresa amarga em seu preço, que custa basicamente um vídeo game novo quando convertemos o valor par o mercado nacional.

Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.