Créditos: Divulgação/Crossfire: Warzone

Crossfire: Warzone para iOS e Android já está disponível no Brasil

Jogo é free-to-play e conta com localização em português brasileiro

Crossfire: Warzone já está disponível no Brasil para dispositivos mobile com sistema operacional Android e iOS. O game pode ser baixado na App Store ou Google Play gratuitamente e conta com localização totalmente em português brasileiro. Crossfire: Warzon é um jogo de estratégia baseado no popular FPS Online de mesmo nome desenvolvido pela Ndream e publicado pela Joycity.

CrossFire: Warzone (Google Play)
CrossFire: Warzone (App Store)

O jogo é o primeiro título de estratégia militar baseado na franquia, com elementos de ficção científica e batalhas em tempo real. Em Crossfire: Warzone, jogadores têm a missão de combater forças terroristas que estão ameaçando cidades ao redor do mundo. Torne-se comandante de um grupo de mercenários para lutar contra organizações radicais extremistas.

Os modos de jogo incluem: PvE (Terroristas, Massive Organic Weapon, Corpo de Saqueadores) e PvP (City Takeover, Capital Invasion, Server Wars). A expansão de Crossfire Warzone acontece globalmente em 170 países, incluindo Brasil, Coreia do Sul, Japão, Taiwan e Rússia. Para os brasileiros, o jogo está disponível totalmente em português.

Os jogadores das regiões da América do Norte e Europa que já estão jogando Crossfire: Warzone, vão contar com um sistema de guerra PvP expandido para fortalecer os esforços da Aliança contra o ataque invasor.

- Continua após a publicidade -


Plot do jogo:
O grupo de mercenários chamado "Risco Global" lutava para manter a paz no mundo enquanto o "Lista Negra", um grupo extremista de terroristas, explorava pequenos países. Essas duas organizações sempre estiveram em conflito, até que o "Nanovírus" (que estava sendo desenvolvido pelo Lista Negra) saiu de controle.

Esse vírus afeta a inteligência do hospedeiro e o torna agressivo, fazendo-o atacar sem motivo. O vírus também pode incorporar objetos para transformá-los em "agentes nanoinfectantes". Com a liberação da doença, países ficaram indefesos e os grupos "Risco Global" e "Lista Negra" fizeram uma aliança temporária, a UNF. Depois de combater o Nanovírus e restaurar boa parte da segurança global, os terroristas atacaram os mercenários com armas orgânicas. Agora, os mercenários remanescentes buscam enfrentar os extremistas mais uma vez.

Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.