Créditos: Divulgação Nvidia

Nvidia se pronuncia sobre os capacitores nas RTX 3080 e 3090 e traz novo driver

Aparentemente quem vê capacitor, não vê coração
Por Diego Kerber 29/09/2020 11:45 | atualizado 29/09/2020 11:45 Comentários Reportar erro

Após diversas fabricantes se pronunciarem, foi a vez da Nvidia de soltar sua nota oficial sobre a questão dos capacitores nas RTX série 30. Relatórios de usuários indicam que algumas placas estão sofrendo de instabilidades como o CTR (crash to desktop), e capacitores começaram a ganhar os holofotes como potenciais responsáveis pelo problema.

Na íntegra, a resposta é:

A NVIDIA liberou um driver nesta manhã que melhora a estabilidade. Com relação aos designs diferenciados de placas dos parceiros, cada uma das marcas personalizam seus designs regularmente e trabalhamos em estreita colaboração com eles no processo. O número apropriado de agrupamentos POSCAP vs. MLCC pode variar dependendo do projeto e não é necessariamente indicativo de qualidade.

- nota oficial da Nvidia

Além desse comunicado, a empresa também liberou um update de driver que, além de introduzir o Nvidia Reflex no Call of Duty Modern Warfare, trouxe melhorias de estabilidade para suas placas recém-lançadas.

- Continua após a publicidade -

Outra empresa que se pronunciou sobre o caso foi a Gigabyte. Na nota, a empresa afirma que "é falso que capacitores POSCAP independentemente podem causar crash do hardware. Se uma placa gráfica é instável ou não requer uma avaliação abrangente do design dos circuitos e do sistema de alimentação, não apenas o tipo dos capacitores. POSCAPs e MLCCs possuem diferentes características e usos, portanto não é correto assumir que um tipo de capacitor é melhor que o outro".

A empresa conclui: "as placas Gigabyte GeForce RTX 30 foram projetadas de acordo com as especificações da Nvidia, e passaram por todos os testes requeridos, portanto a qualidade do produto está assegurada".

A questão dos capacitores ganhou foco após um artigo no Igor's Lab apontou a possibilidade que eles estariam relacionados com instabilidade na alimentação da GPU, fazendo com que o software "crashasse" com a placa operando em altas frequências. A ausência de capacitores do tipo MLCC (de cerâmica), mais eficientes em lidar com esse tipo de situação, foi apontado no artigo como um potencial causador. A Gigabyte, junto com a EVGA, estão entre as fabricantes que não usaram MLCC em seus projetos, usando seis SP-CAPS em seus projetos.

Nós testamos um modelo da Gigabyte, a RTX 3090 Gaming OC, que se comportou muito bem tanto nos testes quanto em sessões de gameplays. Vocês podem conferir nossa live abaixo com o modelo, onde testamos múltiplos games sem maiores problemas de estabilidade. Já em nosso gameplay temos um caso de CTD, jogando Warzone. Porém, como comentamos ontem em nosso vídeo sobre o caso, Call of Duty é um dos jogos mais instáveis de nossa bateria, e não "colocamos nossa mão no fogo" por ele. Pode muito ser outra vez que o Warzone é quem bugou.

- Continua após a publicidade -

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Bingo pré-lançamento Radeon RX 6000. A Big Navi vai ser:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.