App Store do WP7 cresce mais rápido que a do Android

A Microsoft se recusa a divulgar os números das vendas de dispositivos baseados no seu novo sistema operacional móvel, o Windows Phone 7. Mas, a julgar pela sua loja de aplicativos, a plataforma tem tudo para ser um sucesso, acredita Al Hilwa, um dos analistas da IDC.

O especialista afirmou que o Windows Phone 7 Marketplace chegou a quarto mil apps dois meses após seu lançamento, "atingindo a marca mais rÁpido que o Android, que levou de outubro de 2008 a março de 2009 para chegar ao mesmo nível."



De acordo com a eWeek, Hilwa vê potencial para o novo sistema graças à sua oferta de aplicativos "Eu não ficaria surpreso se a Microsoft tivesse o terceiro maior portfólio de aplicativos da indústria no meio do próximo ano", declarou. Para o Engadget, porém, isso não significa muita coisa, jÁ que nem sempre plataformas de sucesso têm um grande acervo de aplicativos à disposição. É o caso do Blackberry, que tem uma biblioteca de dez mil apps (contra mais de 250 mil da App Store da Apple), apesar de ser bastante utilizado no mundo inteiro.

O site ainda lembra que o Android foi lançado apenas pela T-Mobile G1 e estava disponível em um único dispositivo em um país. Foi apenas na primeira metade de 2009 que surgiram novos aparelhos baseados no sistema, que também chegaram a outros países e operadoras.

JÁ o Windows Phone 7 estreou com dez smartphones em 30 países, "o que não é uma conquista trivial", de acordo com Hilwa. Nos meses que antecederam o lançamento do sistema, a Microsoft incentivou intensamente os desenvolvedores a criar games e aplicativos para a plataforma, além de fechar acordos com vÁrios fabricantes para lançar dispositivos que atendessem aos requisitos mínimos de hardware.

As vendas desses aparelhos, porém, continuam um mistério, jÁ que a gigante de Redmond não divulga números oficiais. Analistas estimam que apenas 40 mil unidades foram vendidas no dia do lançamento nos Estados Unidos (8/11). No Reino Unido, algumas lojas calculam que os dispositivos baseados em Windows Phone 7 representaram 3% das vendas de todos os smartphones disponíveis.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.