Créditos: Reprodução/ World Today News

EUA notifica Epic, Blizzard e Riot para mostrar os seus protocolos de segurança

As empresas possuem grande participação de empresas chinesas

Recentemente, a Epic Games, Riot Games e Blizzard foram notificadas pelo Comitê de Investimento Estrangeiro dos EUA (CFIUS). Todas as três empresas possuem grande parte de suas ações sendo posses da chinesa Tencent. A solicitação é que elas apresentem informações sobre os dados captados de seus usuários. 

A Epic está no meio de grandes batalhas judiciais da tecnologia atualmente. Além de estar processando a Apple e a Google, por comportamento anticompetitivo, a empresa também será atingida pelo conflito entre os EUA contra a China. Isso porque o conglomerado de tecnologia Tencent possui uma participação de 40% na desenvolvedora. Além dela, Blizzard e Riot estão em situações parecidas.

A Tencent é uma companhia muito ampla, que tem sede na China. O atual governo dos EUA, liderado pelo presidente Donald Trump, está cortando relações comerciais com empresas chinesas. O governo justifica suas ações para proteger os dados de seus cidadãos, acusando o país de roubar informações sobre os seus usuários. 

Para que qualquer decisão seja tomada, é necessário que o departamento de Comércio dos EUA analise as informações solicitadas. O Comitê de Investimento Estrangeiro nos EUA foi responsável apenas pela convocação, via emissão de cartas. As empresas vão precisar mostrar os seus protocolos de segurança para outra instância. Cabe ao governo aprovar, ou não, a participação das desenvolvedoras no país.

Como mencionado, o conglomerado Tencent é responsável por 40% de toda Epic Games Store. Isso significa que ela deve ser uma das principais afetadas, uma vez que quase metade das ações não pertencem aos Estados Unidos. Pode ser que o governo bloqueie a empresa, como já fez com a Huawei, TikTok e outras chinesas.

- Continua após a publicidade -

“Quando você está falando sobre grandes quantidades de dados, provavelmente há algo para o comitê examinar. A questão então é: o risco é alto o suficiente para justificar a separação dos negócios”
Aimen Mir à Bloomberg

“Quando você está falando sobre grandes quantidades de dados, provavelmente há algo para o comitê examinar. A questão então é: o risco é alto o suficiente para justificar a separação dos negócios”
Aimen Mir à Bloomberg

Um caminho possível, para as desenvolvedoras não sejam banidas dos EUA, é a Tencent abrir mão de sua participação. Isso significa que a empresa precisaria por a venda a sua parte. Segundo o site Bloomberg, a estimativa é que isso seja equivalente a US$ 22 bilhões, apenas para as ações da Epic.

Isso é apenas uma possibilidade. Antes de qualquer atitude mais drástica, é necessário que o governo publique as suas decisões. Até o momento, é apenas uma solicitação, para que as empresas apresentem os seus protocolos de segurança. 

Via: BGR
Assuntos
  • Redator: Ana Luiza Pedroso

    Ana Luiza Pedroso

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.