Créditos: F5 Paraíba

Correios continuam em greve depois de audiência e TST marca julgamento para dia 21

Funcionários afirmam não ter recebido nova proposta, o que parou as negociações

Os funcionários dos Correios permanecem em greve depois que a última audiência do dia 11 de setembro com seus empregadores não avançou as negociações. Devido ao impasse, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu julgar o dissídio no próximo dia 21, uma segunda-feira.

A greve não foi resolvida na última reunião porque não foi oferecida nenhuma nova proposta aos trabalhadores, segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (FENTECT). A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) não aceita acatar as 79 cláusulas do contrato estabelecidas em acordo com os funcionários no ano passado. A entidade estaria disposta a oferecer apenas nove delas, deixando de fora itens pertinentes a licença-maternidade, adicionais de risco, indenizações por morte e outras coisas do tipo.

O argumento da ECT para não cumprir as diretrizes do acordo nem oferecer novas propostas é a situação econômica atual da país, que teria sido agravada pela pandemia, apesar da maior quantidade de encomendas sendo feitas.

Encomendas essas que tendem a continuar se atrasando agora que a greve vai continuar. A ministra Kátia Arruda, do TST, deu o prazo de cinco dias para advogados de qualquer uma das partes se manifestar a fim de chegar a um acordo direto. Se isso não acontecer, o dissídio segue para o julgamento, marcado no dia 21 de setembro.

A greve dos Correios começou no dia 17 de agosto deste ano e avança hoje, dia 12 de setembro, para seu 26º dia. As entregas de encomendas não foram suspensas por completo, mas seguem acontecendo com grande atraso, então talvez seja melhor esperar a decisão do dia 21 antes de comprar seu próximo gadget pela internet.

Fonte: Mundo Conectado
Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.