Créditos: Electronic Design

Rambus alcança 4.0 Gbps em memórias HBM2E para computação avançada e IA

Fabricante diz que essa é a velocidade mais alta alcançada na tecnologia até agora

A Rambus, uma fabricante de componentes eletrônicos no segmento profissional, anunciou nessa semana que conseguiu alcançar a velocidade de 4 Gbps em sua interface de memórias HBM2E. A empresa conseguiu o feito em parceria com a SK Hynix, usando os módulos de 3.6 Gbps da companhia e uma solução própria completamente integrada de PHY e controlador. Segundo a Rambus, o resultado consegue entregar até 460 GB/s de banda em um único dispositivo HBM2E.

"Com operações de silício de até 4 Gbps, criadores podem deixar suas implementações com HBM2E à 'prova de futuro' e podem ficar confiantes de uma margem ampla para designs com 3,6 Gbps. Como parte de todo engajamento com os consumidores, a Rambus oferece designs de referência para os pacotes 2.5D par assegurar implementações corretas logo na primeira vez para designs críticos de IA e ML."
Matthew Jones, gerente geral de núcleos IP na Rambus

"Com operações de silício de até 4 Gbps, criadores podem deixar suas implementações com HBM2E à 'prova de futuro' e podem ficar confiantes de uma margem ampla para designs com 3,6 Gbps. Como parte de todo engajamento com os consumidores, a Rambus oferece designs de referência para os pacotes 2.5D par assegurar implementações corretas logo na primeira vez para designs críticos de IA e ML."
Matthew Jones, gerente geral de núcleos IP na Rambus

Como deixado claro pela declaração de Jones, o foco principal da nova tecnologia é em computação avançada e aplicações de inteligência artificial e machine learning. O grande trunfo do feito está sendo atribuído à interface  de memória proprietária da Rambus que integra o PHY (camada física) com o controlador. 

"Com essa conquista da Rambus, criadores de sistemas IA e HPC (high-performance computing) podem agora implementar sistemas usando a DRAM HBM2E pela SK Hynix mais rápida do mundo rodando a 3.6Gbps. Em julho nós anunciamos produção em massa em larga escala do HBM2E para aplicações computacionais avançadas que demandam a maior largura de banda disponível."
Uksong Kang, vice-presidente de planejamento de produtos na SK Hynix

"Com essa conquista da Rambus, criadores de sistemas IA e HPC (high-performance computing) podem agora implementar sistemas usando a DRAM HBM2E pela SK Hynix mais rápida do mundo rodando a 3.6Gbps. Em julho nós anunciamos produção em massa em larga escala do HBM2E para aplicações computacionais avançadas que demandam a maior largura de banda disponível."
Uksong Kang, vice-presidente de planejamento de produtos na SK Hynix

O produto final envolveu também uma parcerias com a Alchip e TSMC em tecnologias proprietárias que resultam na atual memória HBM2E mais rápida do mundo.

Claro que os produtos são voltados para computação de alta performance no segmento industrial, mas esse tipo de avanço na tecnologia não costuma demorar tanto para começar a aparecer em versões para produtos domésticos também, então sempre compensa ficar de olho nas novidades que chegam primeiro onde tem mais investimento.

Fonte: TechPowerUp
Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.