Créditos: Reprodução/ Uol

Veja a retrospectiva dos preços dos consoles de 1977 até 2020

O anúncio do valor do Xbox Series X mostrou a tendência da indústria em manter os preços

Com o recente anúncio do preço do Xbox Series X e S , a indústria começou a se questionar sobre a evolução dos valores dos consoles ao longo dos anos. Para comparação, nada melhor que uma retrospectiva. De 1977 até 2020 muita coisa mudou, hardware, software, tecnologia, gráficos e muito mais. Isso afeta diretamente no preço pago pelos jogadores.

O site TweakTown fez uma grande retomada de informações, mostrando os preços anunciados pelos consoles desde os primeiros modelos, até o 9 gen, com o Xbox. Os gráficos mostram uma tendência na manutenção dos preços. Isso porque o valor que a empresa anuncia seu produto é um fator primordial para o sucesso, ou fracasso, das vendas.

Para começar, vale lembrar as poucas vendas do PS3, em 2006. A Sony o anunciou por US$ 599. O resultado é o console menos vendido da série PlayStation. Desde então, nenhum outro produto chegou por esse preço. Algo que se mantém com o anúncio do Xbox, que trouxe o Series S por US$ 299 e o Series X por US$ 499.

As tecnologias ficam cada vez mais aprimoradas e, por consequência, mais caras. Para compensar o valor "perdido" na construção do console, as empresas precisam suprir em outros setores. É aí que entra as assinaturas de distribuição digital de games. Assim, a margem de lucro consegue ser suprida, ajudando reduzir o custo final da nova geração.

- Continua após a publicidade -

A Microsoft diz que os chips especializados de 7 nm da AMD são muito caros para fabricar. Um relatório divulgado há alguns meses, mostrou que apenas a memória RAM e flash do PS5 custam US$ 250 sozinhos. Isso levou rumores de preços chegando a valores muito altos. A Sony ainda não mencionou qual será o preço da sua próxima geração, mas é esperado que seja muito próximo a sua principal concorrente.

Os gráficos mostram que a linha de preços para a próxima geração deve se manter entre os US$ 400 e US$ 500. Isso é apenas pouco mais que os primeiros modelos lançados, que ficavam na linha dos US$ 300, ainda no século passado. Houve um aumento significativo dos preços com o Philips CD-i, Atari Jaguar, 3DO, SNES. O próprio primeiro PlayStation e o Nintendo 64 ajudaram a baixar os custos, que chegaram aos US$ 800 para alguns modelos antigos.

- Continua após a publicidade -

Muitos dos consoles que aumentaram seus valores foram grandes fracassos para as fabricantes, como o Philips CD-i, por exemplo. Isso mostrou para as empresas que aumentar o valor, mesmo com mais qualidade, ou novidades tecnológicas, não era uma boa alternativa para as vendas. 

Segundo este estudo de mercado, a Sony também deve se manter na faixa dos US$ 500, mesmo que esse valor não consiga suprir os custos de produção. A aposta são nas mídias digitais. Caso essa solução não estivesse disponível, certamente os custos precisariam ser muito mais altos que os anunciados pela Xbox. Uma vez que os hardwares com tecnologia de ponta demandam um maior investimento. 

Via: TweakTown
  • Redator: Ana Luiza Pedroso

    Ana Luiza Pedroso

Um dos maiores hypes dos games chegou. Como você vai em Cyberpunk 2077

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.