Créditos: Créditos: Fortnite

Epic pede a tribunal para forçar a Apple a colocar Fortnite de volta na App Store

Desenvolvedora também afirma que a Apple está destruir o seu negócio e praticando ações ilegais de monopólio.

Em mais um capítulo sua batalha judicial contra a Apple, a Epic pediu uma liminar que obrigaria o retorno do Fortnite na App Store e restauração da sua conta de desenvolvedor. 

Epic afirma que perdeu mais de 60 milhões de jogadores no IOS desde que a Apple aplicou suas sanções.
Nessa ação a desenvolvedora afirma que a Apple é monopolista pois controla todo o sistema de distribuição de aplicativos e todos os pagamentos na plataforma. A empresa reforça que é contra as leis manter esses dois tipos de monopólio na plataforma sem abrir espaço para um mercado competitivo. 

A Epic pediu ao tribunal para não sofrer retaliações da Apple por ter desafiado a má conduta da empresa, quando abriu o mercado do Fortnite para a escolha de pagamento sem as altas taxas da App Store. Segundo a empresa esse foi o primeiro passo para libertar jogadores e desenvolvedores do controle monopolista.

Em seu argumento mandado a justiça, a Epic alega que a Apple aplicou uma forte retaliação a empresa para servir como um aviso para todos os outros desenvolvedores:

Este foi um aviso claro para qualquer outro desenvolvedor que ousasse desafiar os monopólios da Apple: siga nossas regras ou vamos cortar seu acesso a um bilhão de consumidores iOS - desafie-nos e destruiremos seu negócio.

- Continua após a publicidade -

No seu novo argumento a Epic reforça que não apenas sua reputação foi prejudicada no confronto contra a Apple. A empresa diz que 116 milhões de jogadores de Fortnite, dos mais de 350 milhões totais, jogam através do IOS, além disso, 63% desses usuários usam a plataforma como sua única plataforma disponível para eles jogarem o game.

Além disso, a empresa reforça que Fortnite não é apenas um jogo, mas sim uma comunidade e que ao remover essa comunidade, “A Apple separou milhões de usuários de seus amigos e familiares na comunidade Fortnite, que depende inteiramente da conectividade.”

A empresa afirmou que a remoção do jogo na loja pode prejudicar muito a empresa, e que a Epic “talvez nunca mais veja esses usuários de novo”, se referindo ao declínio de 60% dos jogadores nas plataformas da Apple.

Epic reforça falando que outros jogos da empresa também estão sendo removidos da App Store, como Shadow Complex Remastered, que foi retirado da loja do Mac App Store, devido ao encerramento da conta de desenvolvedor da Epic.

- Continua após a publicidade -

Epic afirma que milhares de desenvolvedores serão atingidos caso a Apple impossibilite a empresa de atualizar a Unreal Engine.
Unreal Engine foi outro ponto levantado pela empresa. Epic afirma que a engine também foi atacada pela Apple, mas foi proibida de fazer qualquer ação pela juíza do caso, Yvonne Gonzalez Rogers, devido aos terceiros que dependem dessa tecnologia. 

Segundo a desenvolvedora, diversos desenvolvedores que vão de campos desde desenvolvimento de jogos até soluções médicas, da produção de filmes até voos espaciais terão que mudar todo seu projeto ou simplesmente acabar com eles, se Unreal for impossibilitada de ser atualizada nos sistemas da Apple. 

Esse novos argumentos são uma resposta a juíza Rogers, que afirmou que a Epic em nenhum momento tinha provado que foi prejudicada pelas ações de retaliação da Apple.

A Apple não publicou nenhuma resposta, até o fechamento desta notícia, sobre a nova argumentação da Epic, que pode ser acessada no tweet abaixo. O desenrolar dos fatos está perto e muita coisa vai acontecer até o dia 28 de setembro, quando começará as audiências.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Engadget Fonte: Epic Games
  • Redator: Willian Ferreira

    Willian Ferreira

    Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.