Créditos: The Verge / Reprodução

Ubisoft é criticada por uso controverso do símbolo Black Lives Matter

Ícone do movimento aparece no game Tom Clancy's Elite Squad associado a terroristas
Por Gabriel Tagarro 30/08/2020 19:35 | atualizado 30/08/2020 19:35 Comentários Reportar erro

A Ubisoft se viu envolta em uma nova polêmica, desta vez, por supostamente associar o símbolo do movimento Black Lives Matter a terroristas no game mobile Tom Clancy’s Elite Squad. 

Créditos: Ubisoft / Reprodução

Lançado na última semana para iOS e Android, o título traz um vídeo de abertura que mostra um cenário de caos marcado por diversos protestos, em sua grande maioria impulsionados por um grupo chamado UMBRA. A organização, definida no próprio game como uma rede terrorista global que “quer construir uma nova ordem mundial", usa o punho levantado como seu símbolo – exatamente o mesmo do movimento antirracista Black Lives Matter. 

- Continua após a publicidade -

Diante da ampla repercussão negativa, a empresa se manifestou nas redes sociais. A francesa assumiu que o uso das imagens com o punho erguido na introdução do game foi “insensato” e “prejudicial” na forma como foi retratado. “Nós ouvimos e agradecemos os jogadores e a comunidade em geral que apontaram isso e nos desculpamos”, disse.

A companhia informou ainda que o ícone será removido na próxima atualização do jogo, agendada para a próxima terça-feira, 1º de setembro, no Android. O mesmo update será disponibilizado, “assim que possível”, também para a versão iOS. 

Poucas semanas atrás, a desenvolvedora havia se envolvido em uma outra polêmica relacionada ao comportamento machista de executivos do alto escalão. Segundo relatos de ex-funcionários, personagens femininas de alguns jogos tiveram sua participação reduzida sob o argumento de que “mulheres não vendem”. 

Também recentemente, a empresa demitiu diversos colaboradores, acusados de assédio sexual e má conduta. Entre eles Ashraf Ismail, diretor criativo de Assassin’s Creed Valhalla, desligado sob a acusação de ter mentido sobre seu estado civil para relacionar com diversas mulheres. 
 

Via: Eurogamer, Kotaku
Assuntos
Tags
  • Redator: Gabriel Tagarro

    Gabriel Tagarro

    Formado em jornalismo pela Universidade Castelo Branco, é apaixonado por games desde 1994, quando ganhou um Master System. Joga de tudo um pouco, seja no PC ou no console. Ama tecnologia e escreve com prazer sobre tudo que a envolve.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.