Créditos: Coindesk

TSMC promete até 15% mais performance no processo de 5nm e já fala dos 3nm

Componentes de 5nm já estão sendo fabricados em altas quantidades para este ano

A TSMC começou nessa semana o seu Technology Symposium online para discutir suas tecnologias com empresas e profissionais do mundo dos semicondutores. Para começar o "evento", a companhia trouxe detalhes sobre seus atuais e futuros processos de fabricação, principalmente o de 5nm, que já se encontra na fase de produção em grandes quantidades.

A litografia de 5nm, referida pela empresa como N5, pode oferecer um incremento de até 30% na eficiência energética, quando comparada com a geração atual de 7nm. Ou, em termos de performance, a TSMC promete um incremento de até 15%, na mesma comparação. Como já são esperados produtos neste ano usando o processo de 5nm, é natural que a TSMC tenha alcançado a fase de produção em massa para a litografia. Este processo é fabricado com tecnologia EUV.

Mas a fabricante já está preparando também uma versão melhorada da litografia, com o nome de N5P. O plano é aumentar a produção dessa nova versão logo no ano que vem, em 2021. A promessa é de um incremento menor de eficiência e performance, mas ainda um número que não pode ser ignorado. Segundo a TSMC, o N5P vai oferecer até mais 10% de eficiência energética em relação ao N5, ou até 5% mais performance. Este processo deve entrar em alta produção no ano que vem, 2021.

- Continua após a publicidade -

Mas claro que o N5P não é considerado um "sucessor" do N5. Esse é o papel do N3, ou seja, o processo de 3nm. Por enquanto as promessas para essa litografia são um pouco menos precisas. A TSMC falou de número entre 25% e 30% na melhoria de eficiência energética, enquanto a performance deve ficar entre 10% e 15% melhor em relação ao N5. O plano da gigante dos semicondutores é começar a produção em volume do N3 no final de 2022. O processo vai se manter na tecnologia FinFET, diferente da principal concorrente, a Samsung, que vai usar uma tecnologia chamada Gate-All-Around para chegar também nesse processo.

Entre os processos N5 e N3, no entanto, teremos um de 4 nanômetros também. A TSMC não entrou em muitos detalhes sobre o N4, mas informou que ele deve servir para ajudar na "transição" entre o N5 e o N3. A ideia é entrar em produção logo em 2021 e ter fabricação em alto volume logo em 2022.

 

Fonte: Neowin, Tom's Hardware
Assuntos
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.