Créditos: Divulgação/ Gigabyte

É possível fazer overclock em placas-mãe A520 - mas não é recomendado

YouTuber overclockou sistema com placa-mãe Auros Elite A520M H
Por Ana Luiza Pedroso 24/08/2020 12:49 | atualizado 24/08/2020 12:50 Comentários Reportar erro

A AMD lançou recentemente o A520, chipset com algumas reduções, para tornar seu preço mais acessível, com soquete AM4. Pelo porte das placas-mãe com o chipset ser de entrada, elas não permitem overclock. Bem, isso é o indicado. O que o usuário pretende fazer com seu hardware, fica por conta e risco dele próprio. Um canal conseguiu fazer o overclock nos modelos recém lançados da Gigabyte. 

O canal do YouTube Actually Hardcore Overclocking, usou o modelo de placa-mãe Auros Elite A520M H, que faz parte das últimas opções lançadas pela Gigabyte. Este canal é especializado em overclock e tem como objetivo mostrar o comportamento de sistemas, mesmo que isso não seja indicado. Ele possui conhecimento técnico suficiente para se expor ao risco. Lembramos que isso pode danificar o sistema dependendo de como o processo é feito, e o resultado pode ser diferente, dependendo dos demais componentes da máquina.

As placas-mãe com o chipset A520 apresentam design de VRM bastante simples. Isso porque elas não são projetadas para serem forçadas. O intuito não é atender um público entusiasta, mas sim usuários de entrada, que não podem, ou não precisam, fazer um investimento muito alto em seu equipamento.

- Continua após a publicidade -

No vídeo, o overclocker mostra que conseguiu aumentar para 4389 MHz, em todos os núcleos de um Ryzen 5 3600. O clock base foi aumentado para 108 MHz, com uma relação de clock do CPU de 40,50 MHz. Ele também usou uma fonte com versão de firmware mais antiga. Esse processo de overclock atua diretamente em outras frequência, diferente de uma placa-mãe com multiplicador do CPU desbloqueado, nesse caso, aplicando a frequência diretamente no clock do CPU.

Não se sabe se é possível fazer o overclock nos demais modelos de placa-mãe da Gigabyte, com chipset A520, e nem se a empresa vai permitir que futuros testes sejam feitos. Pode ser que com uma próxima atualização a empresa barre a possibilidade, para que maiores problemas não aconteçam. 

De qualquer maneira, o Actually Hardcore Overclocking mostrou que é possível fazer o overclock com o chipset AMD A520. Embora não seja indicado, pode ser que outros testes, com outros modelos de placa-mãe, também sejam feitos no futuro. O resultado também pode ser diferente do apresentado pelo YouTuber, mesmo com especificações similares.

- Continua após a publicidade -

Via: Guru3D, Tom's Hardware
  • Redator: Ana Luiza Pedroso

    Ana Luiza Pedroso

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.