Créditos: Reprodução/PUBG

Menino de 16 anos morre por desidratação após jogar por dias seguidos

De acordo com a família, garoto não parou para refeições e passou por cirurgia de emergência
Por Mariela Cancelier 16/08/2020 19:08 | atualizado 16/08/2020 19:08 Comentários Reportar erro

O canal IndiaTV News noticiou que um menino de 16 anos faleceu de desidratação após jogar PUBG continuamente por dias seguidos. De acordo com a reportagem, o garoto indiano evitou refeições e nem mesmo bebeu água durante dias, o que o fez adoecer. O acontecimento faz com que a pauta sobre vício em jogos seja discutida novamente, principalmente sobre os riscos de não cuidar da saúde.

O menino da Índia morava em Andhra Pradesh, e sofreu desidratação severa devido ao fato de que ele não estava comendo e bebendo água. A família notou que seu caso de desidratação era grave após apresentar sérios sintomas,  e o levou às pressas para um hospital particular. A notícia menciona que o garoto teve diarreia severa e foi submetido a uma cirurgia de emergência. Infelizmente, ele não sobreviveu e morreu no hospital.

O site GizmoChina lembrou que esse não é o primeiro caso fatal por conta do vício em jogos. Outro caso relacionado a PUBG foi registrado na Índia em janeiro deste ano. Um homem de 25 anos chamado Harshal Memane morreu após sofrer um derrame cerebral devido a uma jogatina prolongada de PUBG no celular. A notícia diz que ele foi ao hospital e reclamou de não ser capaz de mover o braço e a perna direitos durante o jogo. O homem foi diagnosticado com hemorragia intracerebral em um hospital próximo para onde ele foi levado às pressas. Infelizmente, ele também não se recuperou e morreu momentos depois.

É importante lembrar que as discussões sobre o risco à saúde mental e física por conta da dependência em games é uma pauta que necessita de muito estudo. Casos fatais como esses devem ser discutidos com profissionais da saúde para alertar famílias e jogadores sobre a importância de administrar o tempo das jogatinas de maneira saudável, sem banalizar ou culpar os games.

- Continua após a publicidade -

Na China, por exemplo, várias restrições foram impostas pelo governo para prevenir o "vício em jogos online". Medidas como reconhecimento facial, verificação de nome real para detectar jogadores menores de idade e restrições de tempo de jogo foram implementadas.

Via: GizmoChina
Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.