Créditos: CD Projekt Red

CD Projekt Red está insatisfeita com combate corpo a corpo de Cyberpunk 2077

Estúdio vai continuar a trabalhar até o lançamento com base no feedback que recebeu

Os executivos e líderes de equipe da CD Projekt Red não estão "100% felizes" com o estado atual do combate corpo a corpo no RPG de ação Cyberpunk 2077. Por causa disso, os representantes do estúdio confirmaram que vão continuar trabalhando em cima do feedback dos jornalistas e QA testers para melhorar a sensação passada pelo sistema antes do lançamento.

A informação foi compartilhada pelo designer sênior de jogabilidade, Pawel Kapala, em entrevista concedida ao site VG24/7. Segundo ele, o maior problema do RPG em primeira pessoa é que o feedback visual do combate corpo a corpo não traz a satisfação esperada.

Como explica o site Gamespot, esse retorno gráfico que o jogo proporciona para o jogador é fundamental para brigas de punhos ou com espadas. Afinal, o ajuste dessa área do jogo pode ser a diferença entre uma grande pancada parecer que conectou com um inimigo pesado – ou você sentir que está balançando uma espada no ar enquanto número de dano aparecem na tela.

Esse é um problema que pode ser encontrado numa série de jogos, mas Kapala tem a expectativa de que Cyberpunk 2077 não será um deles. Segundo ele, o tempo extra que o estúdio terá para trabalhar nisso será o suficiente para dar a sensação ideal para o combate corpo a corpo do jogo.

- Continua após a publicidade -

Ainda de acordo com o designer sênior de jogabilidade, o sistema apresentado para jornalistas alguns meses atrás já foi melhorado drasticamente. A segunda transmissão do Night City Wire para mostrar novidades de Cyberpunk 2077 rolou ontem, dia 11 de agosto.

Por lá, o pessoal da CD Projekt Red mostrou os três prólogos diferentes que podem ser jogados no começo do título. Além disso, eles apresentaram em detalhes várias das armas do jogo. Anteriormente, o primeiro Night City Wire, o pessoal do estúdio já tinha mostrado uma jogabilidade do sistema de Braindance. Essa funcionalidade permite que os jogadores vivam as experiências de NPCs do jogo, podendo reconstruir cenários em suas investigações.

Via: Gamespot
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.