Créditos: Montagem | Canaltech | kali linux

Vazamento expõe 20GB de dados confidenciais da Intel sobre futuros produtos

“Coisas mais interessantes e mais classificadas” podem surgir no futuro próximo

De acordo com as informações disponíveis, o link de um repositório com cerca de 20GB de dados da Intel foi disponibilizado no Twitter, com códigos fonte, documentação sobre processadores e outros conteúdos que fazem parte da sua sua propriedade intelectual (IP).

A violação foi supostamente feita no início do ano, e o hacker chamou o vazamento de "liberação extra-confidencial da Intel Lake Platform". Till Kottmann, um engenheiro de software suíço, publicou os dados após receber os arquivos de um " anônimo que alegou ter violado a Intel", relata o ZDNet. As informações seriam extremamente confidenciais e estariam sob os acordos de confidencialidade (NDA) ou classificadas como restritas. 

"As informações parecem vir do Intel Resource and Design Center, que hospeda informações para uso de nossos clientes, parceiros e outras partes externas que se registraram para acessar. Acreditamos que um indivíduo com acesso baixou e compartilhou isso dados." - Intel.

"As informações parecem vir do Intel Resource and Design Center, que hospeda informações para uso de nossos clientes, parceiros e outras partes externas que se registraram para acessar. Acreditamos que um indivíduo com acesso baixou e compartilhou isso dados." - Intel.

Alguns exemplos incluem o "Código de referência de BIOS da Kaby Lake, binários para drivers de câmera feitos pela Intel para a SpaceX" e ainda informações sobre as próximas gerações de processadores, como especificações técnicas, guias de produtos, manuais de CPUs , etc. As pastas zip protegidas podem ser acessadas por senhas disponíveis nos documentos, mas não está claro se as referências estão relacionadas a soluções para "backdoor" ou ameaças e vulnerabilidades ativas.

- Continua após a publicidade -

O anônimo responsável por esse vazamento ainda acrescenta que “coisas mais interessantes e mais classificadas” serão publicadas no futuro. Embora os dados não sejam completamente compreensíveis para a maioria dos usuários comuns, poderiam ser usados maldosamente para investigar possíveis vulnerabilidades e criar malwares para essa e as próximas gerações de produtos Intel.

A equipe do Tom'sHardware procurou a Intel para comentar e a empresa disse que está "investigando a situação". Ao mesmo tempo, "nenhum dos arquivos vazados contém dados confidenciais sobre clientes ou funcionários da Intel", de acordo com a "revisão" da situação do ZDNet.

Apesar dos links ainda estarem disponíveis, recomendamos que não sejam acessados por motivos de risco e segurança individuais.


Via: Mundo Conectado
Tags
  • Redator: Saori Almeida

    Saori Almeida

    Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.