Créditos: Reprodução/Marcin Wichary

William English, um dos inventores do mouse para computador, morre aos 91 anos

Primeiro mouse foi apresentado oficialmente em 1968 por seu colega, Douglas Englebart

William “Bill” English, um dos pioneiros da interface moderna de computador, faleceu no último dia 26 de julho aos 91 anos. A causa da morte foi insuficiência respiratória. Ao lado de Douglas Englebart, do Stanford Research Institute, ele ajudou a desenvolver o primeiro mouse de computador e montou uma demonstração em 1968 que delineava muitos conceitos que seriam introduzidos nos PCs ao longo das décadas, como interfaces gráficas, edição de texto online, chamadas de vídeo e links de hipertexto.

Embora Englebart fosse considerado como o visionário, English era uma das únicas pessoas que realmente entendia suas ideias e tinha o talento para concretizá-las. Ele construiu o mouse depois que Englebart desenhou um esboço dele, por exemplo. Enquanto Englebart demonstrava os conceitos no evento de 1968, English estava orquestrando coisas nos bastidores.

Embora os mouses sejam algo comum nos computadores hoje em dia, não era muito fácil navegar na primeira leva de computadores. Cada movimento era um trabalho que exigia mudanças através de dispositivos de entrada lenta, como cartões de perfuração — até que William English, conhecido pela maioria como Bill, e Douglas Engelbart surgiram com uma nova invenção: o mouse de computador.

English trabalhou no Augmentation Research Center (ARC) da SRI International sob Engelbart, e foi responsável por desenvolver novas maneiras inovadoras para que as pessoas pudessem interagir com computadores e tecnologia.

William English, um dos inventores do mouse para computador, morre aos 91 anos
Engenheiro e pesquisador William English testando o primeiro mouse para computador, um dispositivo
idealizado por seu colega Douglas Engelbart. Ele foi revelado oficialmente em 1968
(Reprodução/SRI International)

- Continua após a publicidade -

O mouse original, como construído por William English nos anos 60, era um dispositivo básico composto por um bloco de madeira de pinheiro, um botão e um conector. Ele continha dois potenciômetros, componentes que podiam rastrear o movimento de duas pequenas rodas enquanto um usuário movia o dispositivo. E embora não parecesse muito para a época, ele deu origem a algo que se tornaria imensamente popular durante a explosão computacional nas décadas seguintes.

William English, um dos inventores do mouse para computador, morre aos 91 anos
Mouse original era algo bem básico
(Reprodução/SRI International)

O mouse de computador foi uma das muitas invenções da equipe da SRI, que também introduziu as interfaces gráficas e hipertexto sob o banner NLS (oN-Line System). Eles foram demonstrados durante "A Mãe de Todas as Demos" em São Francisco em 1968. Nesta época, tanto English quanto o Engelbart também participaram de testes psicodélicos financiados pelo governo na Fundação Internacional para Estudos Avançados.

Posteriormente, English passou a trabalhar para o Palo Alto Research Center (PARC) da Xerox, onde ele desenvolveu o tradicional mouse de bolinha (que anos depois seria substituído pelos mouses ópticos) e também ajudou a desenvolver uma máquina que influenciaria tanto os computadores com Microsoft Windows quanto os Apple Macintosh.

O vídeo com a demonstração de 1968 tem quase duas horas de duração e pode ser visto abaixo:

- Continua após a publicidade -

Fonte: Engadget, PC Gamer
Assuntos
Tags
  • Redator: Fabio Rosolen

    Fabio Rosolen

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.