Créditos: Atari

Jogos do Atari VCS vão custar entre US$ 3 e US$ 25 cada

Híbrido de PC e console vai trazer APU Ryzen e 8 GB de memória RAM

O aparelho híbrido de console e PC, Atari VCS, terá jogos que custarão entre US$ 3 (R$ 15 em conversão direta) e US$ 25 (R$ 130), de acordo com informações relevadas pela própria empresa. Isso vai se alinhar bem com o foco inicial da empresa de trabalhar com títulos independentes e retrô num primeiro momento.

Apesar disso, como explica o site TechPowerUp, a ideia é de que a Atari vai ficar mais ambiciosa mais para a frente, inclusive com planos para eventualmente produzir jogos AAA para a plataforma. O Atari VCS é impulsionado por uma APU AMD Ryzen 6 R1606 com 8 GB de memória RAM DDR4, e roda uma ramificação customizada do Debian Linux chamada Atari OS.

"Os títulos na Atari Store deverão ser muito mais acessíveis, com preços variando em qualquer valor entre US$ 3 e US$ 25, sem taxas impostas pela Atari para acesso online".
Michael Arzt, diretor de operações do Atari VCS

"Os títulos na Atari Store deverão ser muito mais acessíveis, com preços variando em qualquer valor entre US$ 3 e US$ 25, sem taxas impostas pela Atari para acesso online".
Michael Arzt, diretor de operações do Atari VCS

Todos esses detalhes foram revelados durante a seção de perguntas e respostas de julho de 2020 com o diretor de operações do projeto Atari VCS, Michael Arzt. Lá, por exemplo, o executivo lembrou que o nome do produto remete a "Video Computer System", fazendo referência ao antigo VCS da empresa e também descrevendo bem do que se trata o aparelho.

- Continua após a publicidade -


Fonte: Atari

Isso porque o novo Atari VCS também é um mini-PC totalmente funcional baseado num processador X86 moderno. Ele virá com um "modo computador", que permitirá que os jogadores instalem e façam boot no seu sistema operacional escolhido. No momento, o dispositivo já é compatível com Windows, diversas opções de Linux e SOs como Steam OS e Chrome OS.

Via: Medium, TechPowerUp
Tags
apu
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.