Créditos: iGamesNews

CPUs Intel Core de 11ª geração "Rocket Lake-S" terão suporte a PCIe 4.0

Processadores da 11ª geração "Tiger Lake" também deverão ser compatíveis

Alguns screenshots do banco de dados SiSoft SANDRA supostamente confirmam que os processadores Intel Core de 11ª geração "Rocket Lake-S" terão suporte para o PCIe 4.0. As atuais linha de produtos HEDT da Intel, representadas pelos "Cascade Lake-X" e "Cooper Lake" (servidores), são limitados ao PCIe gen 3.0.

A captura de tela do SANDRA mostra a máquina "Rocket Lake-S" com um SSD PCI-Express 4.0 NVMe. Segundo as informações, os próximos processadores de 11ª geração "Tiger Lake" para dispositivos móveis, como notebooks, também serão compatíveis. Até então, esse padrão se apresenta bastante escasso nos produtos Intel, estando presente nos apenas nos CPUs das linhas "Ice Lake-U" e "Ice Lake-Y".

De acordo com os  mapas da plataforma de chipset dos componentes "Rocket Lake-S" e Intel série 500, vazados pelo VideoCardz, o soquete das CPUs deve trazer o conhecido slot PEG (16 pistas para placas gráficas PCI-Express), mas também adicionar um slot M.2 NVMe conectado à CPU com 4 pistas PCI-Express gen 4.0. Isso pode ser visto em placas-mãe AM4 baseadas em Chipsets AMD X570 ou B550, por exemplo.

- Continua após a publicidade -

Apesar de ainda ser DMI 3.0, a Intel também teria expandido o barramento do chipset para 8 faixas, o que sugere uma duplicação de largura de banda em comparação aos chipsets Intel série 400 ou mais antigos.

A família Rocket Lake deve manter os 14 nanômetros e o soquete LGA 1200. Quando chegarem ao mercado, devem trabalhar inicialmente com as mainboards baseadas no chipset Z490, já que alguns modelos já foram projetados para ter suporte a PCIe 4.0 - porém, um problema (a presença de Jitter no sinal do chipset Z490) impede que esse recurso seja utilizável até então. O que precisa ser confirmado é se a Intel está planejando a série Z590 apenas para os novos processadores ou se todas as placas-mãe da série 400 suportam os processadores. 

Vazamentos da semana passada também indicam que as primeiras amostras de engenharia estão chegando a 5,0 GHz. O slide também menciona o Thunderbolt 4, que forneceria as mesmas velocidades que o Thunderbolt 3, mas não mostra claramente o que teria de novo até o momento.


Via: TechPowerUp, guru3d, Videocardz
Tags
  • Redator: Saori Almeida

    Saori Almeida

    Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.