Líder do WikiLeaks é preso acusado de estupro

Julian Assange, fundador do WikiLeaks, foi detido nesta manhã (07/12) pela polícia metropolitana de Londres após uma acusação de estupro por autoridades suecas. O crime teria ocorrido em agosto de 2010, como divulgou a polícia em um comunicado oficial.

O australiano líder do projeto colaborativo que jÁ vazou importantes documentos confidenciais irÁ ao tribunal ainda hoje, onde irÁ defender-se para não ser extraditado para a Suécia.



O WikiLeaks tem sido alvo de controvérsias desde sua criação, em 2006, mas recentemente as polêmicas esquentaram ainda mais com a liberação de mais de 250 mil mensagens secretas do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, incluindo documentos que ligam a China aos ataques contra o Google realizados no final de 2009. Desde então, o site enfrenta problemas para manter-se ativo. Foi derrubado vÁrias vezes e chegou a ficar hospedado em um domínio da Amazon, que logo depois também retirou o site do ar.

De acordo com informações da Associated Press, Assange negou as acusações, alegando que têm motivações políticas e que, na verdade, partem de uma relação sexual sem proteção, porém consensual, com duas mulheres.

Apesar dos incidentes, o WikiLeaks pretende manter as atividades, conforme o CNET. "As ações de hoje contra nosso editor-chefe Julian Assange não vão afetar nossas operações: nós vamos lançar mais documentos hoje normalmente", é o que diz o Twitter do projeto.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.