Russo considerado "rei do spam" vai parar no tribunal

O homem por trÁs da botnet Mega-D foi preso em Las Vegas, nos Estados Unidos, graças a uma investigação do FBI. A rede zumbi chegou a ser responsÁvel por um terço de todo o volume de spam enviado no mundo, segundo o The Inquirer.

O russo Oleg Nikolaenko, de 23 anos, aguarda uma audiência hoje no tribunal de Milwaukee, em Wisconsin. Seu advogado, Christopher Van Wagner, disse ao Journal Sentinel que não vê evidências do envolvimento de Nikolaenko no caso e que ambos estão preparados para "apresentar uma defesa rigorosa."


As investigações começaram em 2007, quando o FBI capturou no Kansas um vendedor de relógios Rolex falsos que afirmou ter recorrido à ajuda de spammers para divulgar seus produtos. Ele teria fornecido uma quantia em dinheiro para um cúmplice na AustrÁlia, que gerenciava digitalmente uma conta bancÁria nas Ilhas Virgens Britânicas. Os registros das transações e e-mails apontavam para Nikolaenko na Rússia.

A botnet enviava cerca de dez bilhões de mensagens de lixo eletrônico diariamente, oferecendo não só relógios falsificados como também pílulas de emagrecimento e Viagra, de acordo com a Information Week. Isso aconteceu até 2009, quando a companhia de segurança FireEye conseguiu desativar a rede. No entanto, Nikolaenko conseguiu recuperÁ-la, embora, nem de longe com a mesma eficiência: dados da Trend Micro apontam que, neste ano, ela foi capaz de gerar aproximadamente 2.500.000 mensagens de spam por dia.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Bingo pré-lançamento Radeon RX 6000. A Big Navi vai ser:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.