Créditos: Reprodução | Battlefield Brasil

Battlefield 5: update 7.1 traz ajustes de mapa e melhorias de estabilidade para o jogo

Título não vai mais receber grandes atualizações

O novo update 7.1 de Battlefield 5 já está disponível e traz, principalmente, melhorias de estabilidade e interface para o jogo, e ajustes no equilíbrio de armas. Outros destaques incluem algumas alterações para mapas e modos, armas e dispositivos.

Tratando-se do tamanho de arquivo, a a atualização 7.1 tem 3,65GB no PC e Xbox One. Já o PlayStation 4 recebe um update menor, de 1,26GB.

Os novos mapas da atualização 7.0 se mantém: o Al Marj Encampment, apenas para infantaria e que oferece lutas de curta distância e combate à distância, dependendo de onde você está. São 64 jogadores em Conquest e Breakthrough, com configurações adicionais disponíveis no Squad Conquest e Team Deathmatch.

Também lembramos da versão revisada e expandida do Provence, que agora inclui  as terras agrícolas e as áreas nos arredores da cidade. Outros ajustes recentes nesse mapa, especificamente, incluem:

- Continua após a publicidade -

- Os jogadores não ficarão mais presos em cima da caixa de munição;
- A água no mapa não é mais à prova de balas.

Abaixo, você confere mudanças relacionadas às armas e outros problemas solucionados:

Armas
- A K31 / 43 não consegue mais disparar uma bala extra enquanto alterna os modos de disparo;
- A K31 / 43 não tem mais problemas de precisão;
- Alguns casos em que os escopos do sniper K31 / 43 tinham a mira alemã em vez da mira suíça correta foram corrigidos.

HUD/UI
- Problema que fazia modelos de soldados não aparecessem no frontend foi corrigido;
- Cosméticos que desapareceram com a atualização anterior foram consertados;
- Welrod Master Dogtag que tinha o ícone incorreto foi corrigido.

- Continua após a publicidade -

Battlefield 5 está disponível para PlayStation 4, Xbox One e PC.


Via: Wccftech
  • Redator: Saori Almeida

    Saori Almeida

    Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.