Créditos: AMD

AMD desmente rumor que Zen 3 e RDNA 2 seriam construídos em 5nm

Empresa atualizou o seu roteiro que mantém os planos anteriormente divulgados

Surgiram alguns rumores informando que a AMD poderia fazer a migração para os 5nm nos seus próximos produtos Zen e RDNA. Alguns relatórios informaram que era improvável que isso acontecesse e, recentemente, a própria empresa atualizou seus slides de roteiro, confirmando seu roteiro. O processo de 7nm no Zen 3 e RDNA 2 será mantido, com a previsão de mudança para os 5nm apenas com as gerações seguintes. 

Não há nenhuma novidade nas informações confirmadas pela AMD. Esses slides já tinham sido divulgados há algum tempo, mas a empresa fez pequenas modificações para reforçar ao seu público sobre seu roteiro. As próximas arquiteturas dos processadores e GPUs da empresa serão em 7nm. 

Se tudo ocorrer conforme o planejado pela empresa, o Zen 4 já deve chegar ao mercado com 5nm. Porém, o Zen 3 está sendo feito no processo de 7nm da TSMC. A fabricante de semicondutores parceira da AMD deve auxiliar na migração da litografia, algo que deve ocorrer no próximo ano. 

Apesar da AMD ter confirmado o processo do Zen 4 para 5nm, o mesmo não ocorreu para o RDNA. Já está confirmado que o RDNA 2 será feito em 7nm, porém, o RDNA 3 ainda não foi definido. A empresa fala que será em um processo avançado, mas não menciona qual será. 

- Continua após a publicidade -

Novamente, não há novidades nessa informação. Nos mesmos slides, compartilhados com o público há algum tempo, a empresa já mencionava isso. Pode ser que seja usada a litografia de 5nm, como também em um aprimoramento do 7nm, podendo ser "7nm+", ou alguma outra nomenclatura que a empresa deve usar. Apenas os testes dos produtos vão definir qual será a versão final dessa arquitetura. 

Essas pequenas atualizações no roteiro tem o objetivo de mitigar o rumor que a AMD já estaria trabalhando em um uma migração ainda este ano. Apesar disso, a desenvolvedora dos Ryzen não esconde que está trabalhando nos próximos modelos, que devem suceder as linhas ainda não lançadas. A empresa tem um plano bem traçado de desenvolvimento até o ano 2022. Os próximos dois anos serão de apresentação de muitas inovações pela empresa. A própria Lisa Su, CEO da AMD, fala que a empresa está bem alinhada em seus planos. 

Via: Guru3D
Tags
  • Redator: Ana Luiza Pedroso

    Ana Luiza Pedroso

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.