Créditos: Nvidia

NVIDIA diz que desenvolvedores devem optar se querem permanecer no GeForce Now

Publicadoras que não responderem até o dia 31 terão títulos removidos da plataforma

A NVIDIA anunciou oficialmente a sua nova política para a plataforma GeForce Now. A empresa comunicou que as desenvolvedoras terão até o dia 31 de maio de 2020 (próximo domingo) para se pronunciar se permitem que seus jogos fiquem disponíveis pela nuvem da empresa. Caso não ocorra a manifestação da permanência de seus títulos, eles serão removidos

A GeForce Now é o serviço de streaming de jogos da NVIDIA, para rodar games na nuvem. Ao contrário do Stadia, por exemplo, o serviço da empresa usa o catálogo da Steam e Epic do usuário e roda os games, que já foram adquiridos, em seus servidores. Permitindo assim que o jogador possa usufruir do jogo, mesmo sem um computador potente. 

"O GeForce NOW é uma extensão do ecossistema do PC. Não há custo para os desenvolvedores - os jogos são executados sem requisitos de transferência difíceis - ajudando-os a alcançar milhões de jogadores que não têm PCs prontos para o jogo.

"O GeForce NOW é uma extensão do ecossistema do PC. Não há custo para os desenvolvedores - os jogos são executados sem requisitos de transferência difíceis - ajudando-os a alcançar milhões de jogadores que não têm PCs prontos para o jogo.

A partir de agora, apenas os jogos selecionados estarão disponíveis no serviço, fornecendo confiança na biblioteca de jogos GeForce NOW. No entanto, alguns editores ainda estão descobrindo suas estratégias em nuvem. Aqueles que não tiverem optado em 31 de maio serão removidos."  
- Comunicado de imprensa NVIDIA

A partir de agora, apenas os jogos selecionados estarão disponíveis no serviço, fornecendo confiança na biblioteca de jogos GeForce NOW. No entanto, alguns editores ainda estão descobrindo suas estratégias em nuvem. Aqueles que não tiverem optado em 31 de maio serão removidos."  
- Comunicado de imprensa NVIDIA

Essa nova medida adotada pela empresa visa solucionar os problemas que vinha enfrentando com licenciamento. Como os jogos que estavam sendo reproduzidos já haviam sido adquiridos pelos usuários, a NVIDIA estava rodando muitos games sem solicitar oficialmente para as desenvolvedoras dos títulos. 

- Continua após a publicidade -

Assim, há um aviso geral, para todas as empresas. A NVIDIA deixa claro que não há danos para as desenvolvedoras, já que elas vão poder chegar a um público ainda maior. Apesar disso, muitas empresas preferem não disponibilizar os seus games em todas as plataformas, devido à políticas internas. 

Há alguns meses o GeForce Now vem perdendo o acesso de diversos títulos, desenvolvidos por alguns grandes editores. A Activision Blizzard, Bethesda, Capcom, Crytek, Konami, Xbox Game Studios, Rockstar, Sega, Square Enix, Take-Two / 2K Games e Warner Bros, já confirmaram que seus jogos serão removidos da plataforma. Esse anúncio chegou meses antes do aviso sobre a nova política imposta pela NVIDIA.

Apesar dessas empresas terem confirmado a sua ausência, pelo menos no momento, outras também já confirmaram que terão seus títulos disponíveis para os clientes GeForce Now. A NVIDIA destaca que há mais de 2.000 títulos disponíveis para seus clientes na plataforma e a intenção é ter ainda mais. As editoras parceiras são Bandai Namco, Bungie, CCP Games, Electronic Arts, Epic, Riot, Ubisoft e Valve.

Via: The Verge, Nvidia Blog, Xda-developers
  • Redator: Ana Luiza Pedroso

    Ana Luiza Pedroso

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.