Créditos: SegmentNext

Vaza próxima geração de CPUs AMD 'Vermeer' para desktop, baseada em Zen 3

Se as informações estiverem corretas, podemos esperar um lançamento em setembro

Vazaram recentemente boas informações sobre a próxima geração de processadores para desktop da Amd, baseadas na microarquitetura Zen 3 e com codinome "Vermeer". Diferente da Renoir, que é baseada em Zen 2 e direcionada para dispositivos mobile, os AMD Vermeer serão os verdadeiros sucessores dos Ryzen 3000 para os "computadores de mesa".

O vazamento dos Ryzen 4000 "Vermeer" conta com detalhes disponibilizados por três portais diferentes: Igor'sLAB, Videocardz e WhyCry. De acordo com eles, a Amd estaria de fato preparando dispositivos de notáveis 16 núcleos baseados na próxima geração Zen. Além disso, promessas para o futuro incluem grandes ganhos de IPC e desempenho, superando os atuais 14nm da Intel tanto em computação quanto jogos. 

Os processadores "Vermeer" devem ser fabricados no processo de 7nm da TSMC.

- Continua após a publicidade -

Uma questão importante aqui, e que explica uma das principais diferenças entre os Renoir e Vermeer para desktops, é que os primeiros citados são plataformas APU, enquanto os outros são apenas CPU. Ou seja, a próxima geração de processadores não apresentará iGPU (pelo menos, por enquanto).

No total, teríamos cinco novos dispositivos - três de 8 núcleos e dois de 16 núcleos. Pelo que sabemos até agora - e os números provavelmente irão mudar até a revisão final, as futuras CPUs de 8 núcleos oferecem um clock base de 4GHz e boost de 4,6GHz. Já os "monstros" de 16 núcleos podem apresentar o mesmo boost, apenas baixando o clock base para 3,7GHz.

Name: Vermeer (VMR)
Family: 19h
Models: 20h-2Fh
CPUID: 0xa20f00

OPN 1: 100-000000063-07_46/40_N
OPN 2: 100-000000063-08_46/40_Y
OPN 3: 100-000000063-23_44/38_N
Revision: A0
Cores: 8
Threads: 16

- Continua após a publicidade -

OPN 1: 100-000000059-14_46/37_Y
OPN 2: 100-000000059-15_46/37_N
Revision: A0
Cores: 16
Threads: 32

- Fonte: Igor'sLAB

Todos os dispositivos mencionam a revisão A0, o que significa que a companhia está analisando amostras de engenharia iniciais. Elas apresentam cache L3 unificado e, infelizmente, não sabemos se terão suporte para os chipsets mais antigos da Amd.

Em paralelo, outra promessa tentadora para os entusiastas e para o mercado profissional é o Genesis Peak baseado em Zen 3, que sucederá a atual série ThreadRipper.


Porém, como o Wccftech menciona, devemos considerar esses vazamentos com uma considerável dose de ceticismo, já que as "primeiras levas" são direcionadas às OEMs e podem não chegar ao mercado de consumo final. 

De qualquer forma, segundo rumores, podemos esperar por novidades em setembro.

Via: Wccftech
Tags
  • Redator: Saori Almeida

    Saori Almeida

    Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.