Créditos: Tom Warren/The Verge

Adobe promete melhorias em aceleração por GPU em seus softwares de vídeo

Renderização de vídeo será ainda mais rápida utilizando a placa de vídeo

Editores de vídeo poderão aproveitar ainda melhor o desempenho de placas de vídeo na edição de vídeos na próxima atualização do Premiere Pro, programa de edição de vídeos da Adobe. Interessados devem ficar de olho na atualização número 14.2 para as placas de vídeo Quadro e GeForce, a principal promessa feita é de que os editores poderão exportar vídeos de alta resolução em um tempo até 5 vezes menor do que quando o processador é utilizado na renderização.

Segundo a empresa, o update deve trazer melhorias significativas na codificação dos framas, o update chega nesta semana e traz a aceleração de hardware para GPUs da Nvidia como um dos seus destaques. A novidade tem impacto também no software específico da empresa para a codificação de vídeos, o Adobe Encoder, além do seu programa de edição de vídeos com foco em efeitos visuais especiais, o Adobe After Effects e Audition.

Microsoft alerta para duas falhas no Windows
que já estão sendo exploradas em ataques na Web

Não é de hoje que a Adobe oferece aceleração com GPU em seus softwares, mas a promessa é de que a renderização será ainda mais rápida, principalmente em vídeos no formato H.264 e H.265/HEVC. A Adobe divulgou um gráfico demonstrando o tempo que leva para renderizar um vídeo utilizando a placa de vídeo contra a utilização de um processador. No exemplo, a placa de vídeo utilizada é um RTX 2060 e o processador um Intel Core i9-9750, quando menor a barrinha, mais rápida a renderização.

Em um dos exemplos é possível ver que a codificação acontece muito mais rapidamente, de 11 minutos e 45 segundo com o processador passa para 4 minutos e 45 segundo utilizando a placa de vídeo. As atualizações mais recentes da Adobe também incluem suporte ao formato ProRes RAW da Apple, tanto no Premiere Pro quanto no After Effects. O update permite que usuários Windows importem arquivos ProRes RAW sem a necessidade de decodificá-los. 

Via: The Verge
  • Redator: Neri Neto

    Neri Neto

    O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Adrenaline. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama. Neri também fala bastante em terceira pessoa, gosta de descontrair e está sempre nas redes sociais.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.