Créditos: Ubisoft

Assassin's Creed Valhalla trará novamente a lâmina oculta e narrativas originais

Diretor criativo confirmou que o novo game irá retomar a identidade original da série

Novas informações sobre Assassin's Creed Valhalla estão sugerindo que o game irá voltar as origens, com alguns elementos nostálgicos dos games antigos da série. Muitos fãs criticavam as versões recentes, dizendo que o roteiro havia se perdido. Se essas informações se confirmarem, o jogo vai fazer uma retomada.

Segundo algumas declarações, de executivos envolvidos no game, a novidade vai misturar elementos inseridos nas versões mais antigas, com algumas novidades das últimas versões. Isso vai tornar o jogo moderno, ao mesmo tempo que irá retomar elementos conhecidos pelos jogadores. 

"Queríamos olhar para os jogos antigos e ver a grandeza que esses jogos tinham e reconhecer o que há de bom na fórmula atualizada. Havia uma identidade e uma singularidade que queríamos trazer de volta para Valhalla."
- Ashraf Ismail, diretor criativo de Assassin's Creed Valhalla

"Queríamos olhar para os jogos antigos e ver a grandeza que esses jogos tinham e reconhecer o que há de bom na fórmula atualizada. Havia uma identidade e uma singularidade que queríamos trazer de volta para Valhalla."
- Ashraf Ismail, diretor criativo de Assassin's Creed Valhalla

Um elemento revelado pelo diretor criativo é a lâmina oculta Instakill. Ela deve retomar em Valhalla, sendo ainda mais letal, suficiente para ser usada regularmente em um golpe para matar. Esse foi um ponto escolhido por Ismail, para revelar aos jogadores antigos que podem esperar elementos icônicos da série.

A lâmina foi introduzida no game em 2007 e, era uma adaga com coldre de pulso usada para punhaladas calmas e de curto alcance. Ela era uma ferramenta para matar furtivamente, de forma mais silenciosa, contra inimigos próximos. Isso pode indicar que o game terá mais essa estratégia mais sutil e sorrateira.

- Continua após a publicidade -

Ao decorrer dos anos, a lâmina perdeu a sua eficácia e se tornou obsoleta. Em 2017 - em Assassin's Creed Origins, também comandado por Ismail -, nem sempre o primeiro golpe era suficiente para matar o adversário. Parece que o diretor ouviu as críticas e reverteu o uso da lâmina. 

Isso indica que Valhalla pode seguir a chamada "fórmula antiga". Ela se baseia nos personagens Altair, Ezio e Kenways, focados em aventuras de ação furtivas. Tudo isso em épocas históricas interessantes. Como o tema será viking, já sabemos que o tempo histórico irá permear muito a nova narrativa.

A Ubisoft parece estar retomando a narrativa de muitos outros jogos. Assassin's Creed também está entrando nessa nova abordagem da desenvolvedora. Em resumo, podemos esperar um jogo mais furtivo e sutil, destoando um pouco dos últimos lançamentos da série. 

Via: Kotaku
Tags
  • Redator: Ana Luiza Pedroso

    Ana Luiza Pedroso

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.