Créditos: Campus Party

Campus Party terá edição virtual e gratuita em 2020

Por causa da pandemia, evento acontecerá de maneira simultânea em todos os países participantes

A organização da Campus Party anunciou que o evento terá uma edição virtual e gratuita que será realizada neste ano, como consequência da pandemia no novo coronavírus (SARS-CoV-2). Com a decisão, essa será a primeira vez que o evento vai rolar de maneira simultânea em todos os países participantes.

De acordo com os organizadores, será montado um palco digital global que será compartilhado por todo mundo que participar do evento. Ainda assim, cada país ainda contará com atrações regiões próprias, incluindo um palco virtual aqui para o Brasil.

A Campus Party virtual 2020 vai acontecer entre os dias 9 e 11 de julho. Até agora, já são 22 países que têm a participação confirmada no evento. Ele será transmitido através dos perfis da Campus Party nas plataformas Facebook, Twitter e Instagram.

Os responsável pela organização da Campus Party promoveram uma live especial no último dia 28 de abril para explicar mais como se dará essa versão diferente do evento. Participaram do vídeo o gerente de comunidades da Campus Party, Thalis Antunes, o fundador do evento, Paco Ragageles e o secretário de Ciência Tecnologia e Inovação do Distrito Federal, Gilvam Máximo.

- Continua após a publicidade -

Foi então que eles revelaram o processo por trás da decisão de fazer um evento global e simultâneo. Os organizadores decidiram se aproveitar que não vão ter os gigantescos investimentos da estrutura da feira para investir mais pesado nos convidados – especialmente aqueles que aparecerão no palco global.

A Campus Party foi fundada em 1997 na forma de um festival de tecnologia e uma LAN Party, que inicialmente foi realizada em Málaga, na Espanha. Na época, foi realizado apenas um pequeno evento para 50 pessoas no Colégio Miguel Hernández.

No ano seguinte, a segunda edição cresceu para 250 pessoas, sendo logo seguida por uma terceira edição para 600 participantes em 1999. Em 2000, a feira teve que ser movida para o Museu das Ciências Príncipe Felipe, em Valência para poder abrigar as 1.600 pessoas presentes.

Em 2006, a Campus Party de Valência já recebia 5.500 pessoas e tinha palestras de convidados de renome, como o físico inglês Stephen Hawking, a diplomata holandesa Eveline Herfkens e o político e advogado estadunidense Rudolph Giuliani.

O evento chegou ao Brasil em 2008, com a primeira edição trazendo 3.000 participantes à Bienal de São Paulo. Em 2018, a Campus Party São Paulo realizada no Anhembi bateu 12 mil participantes, com mais de 130.000 visitantes passando por um espaço aberto da feira.

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.