Créditos: GIGABYTE

Gigabyte informa que linha de CPUs Rocket Lake será suportada por suas placas Z490

A confirmação aconteceu em live de apresentação de novos produtos da linha Aorus
Por Daniel Trefilio Carvalho 04/05/2020 12:25 | atualizado 04/05/2020 12:25 Comentários Reportar erro

Nas últimas semanas vinha se falando muito sobre o assunto, mas quase ninguém havia confirmado oficialmente até então. As placas chipset Z490 que estão sendo anunciadas são voltadas para os processadores Comet Lake-S (CML), mas especulava-se que seriam também compatíveis com os processadores da família Rocket Lake-S (RKL), o que não é nenhuma surpresa, já que ao menos duas gerações de processadores são suportadas por um mesmo chipset.

A Gigabyte, entretanto, deixou "escapar" em uma live da Aorus, que sim, a compatibilidade existirá oficialmente, sendo uma das primeiras fabricantes de placas-mães a confirmar a informação, ainda que indiretamente. É sempre bom reforçar que algumas placas com chipset Z490 são compatíveis com PCI-Express 4.0, mas não nos processadores Comet Lake, pois o barramento PCI-e 4.0 na série 400 não é suportado pelo chipset, mas serão fornecidos pelos processadores, no caso apenas pelos Rocket Lake-S, lembrando que ambos os modelos ainda utilizam microarquitetura de 14nm e, agora confirmado pela Gigabyte, terão o mesmo socket LGA 1200.

- Continua após a publicidade -

As fabricantes estão implementando em algumas de suas placas série 400 controladores, drivers e re-drivers PCI-e 4.0, mas processadores que não possuem canais em si não terão a funcionalidade. Sendo assim, a série 400, voltada oficialmente para a família de processadores Comet Lake, trará suporte a PCIe 4.0, mas para a família Rocket Lake-S, indicando que o chipset 400 é compatível tanto com a 10ª quanto com a 11ª gerações de CPUs da Intel, mas o suporte ao PCIe 4.0 só existirá para 11ª geração, e ainda assim apenas nos modelos de placas que estiverem preparados para isso.

Dessa forma, donos de placas série 400 que quiserem futuramente trocar seus processadores Comet Lake para Rocket Lake, não precisarão trocar de placa-mãe obrigatoriamente, mas apenas se também tiverem componentes que possam usufruir do novo barramento PCIe4, e ainda assim, se a sua placa atual não estiver na lista de placas que já saíram de fábrica preparadas para isso.

Via: Tom's HARDWARE
  • Redator: Daniel Trefilio Carvalho

    Daniel Trefilio Carvalho

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas, professor, tradutor e revisor. Nas horas vagas, instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disketes.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.