Créditos: Nintendo Enthusiast

Nintendo confirma ataques contra contas de usuários e descontinua o Nintendo Network ID

Usuários não poderão mais usar Nintendo Network IDs para fazer o login em Contas Nintendo

A Nintendo confirmou nesta sexta-feira no Japão que hackers têm acessado contas dos usuários e atribuiu o problema ao método de login Nintendo Network ID. De acordo com o post publicado aqui pela empresa, ela diz que os hackers foram capazes de acessar dados como nome de usuário e senha para Nintendo Network IDs (ou NNIDs) dos usuários e usaram essas informações para fazer login em Contas Nintendo e assim fazer compras não autorizadas. A Nintendo estima que cerca de 160.000 NNIDs foram potencialmente afetados.

Os NNIDs são uma forma mais antiga de login para serviços da Nintendo, que foi criada para consoles como o Nintendo 3DS e Wii U. O Nintendo Switch usa as novas ‘Contas Nintendo’, mas NNIDs também podem ser usados pelos usuários. Em resposta aos problemas de segurança, a Nintendo descontinuou o uso de logins com NNIDs para Contas Nintendo e redefiniu as senhas de NNIDs e Contas Nintendo que possam ter sido potencialmente comprometidos.

Depois de diversos relatos sobre o acesso não-autorizado às Contas Nintendo nesta semana, a empresa japonesa disse que estava investigando o problema e pediu aos usuários que habilitassem a autenticação de dois fatores para suas contas.

A empresa agora diz que os usuários que tinham a mesma senha tanto para seu NNID quanto para sua Conta Nintendo podem encontrar compras não autorizadas feitas com suas contas. Neste caso os usuários terão que pedir o cancelamento dessas compras.

Nintendo confirma ataques contra contas de usuários e descontinua o Nintendo Network ID

- Continua após a publicidade -

A Nintendo explica que as informações do cartão de crédito não ficaram visíveis para os hackers, mas diz que é possível que tenham acessado informações vinculadas aos NNIDs e Contas Nintendo como nome de usuário, data de nascimento, país/região, sexo e endereço de email.

O que não ficou claro no post da empresa japonesa é como os hackers puderam obter as informações de login dos NNIDs. Ela diz apenas que as informações foram “obtidas ilegalmente a partir de fontes externas e não através de seus serviços” no início de abril. Já a filial da Nintendo no Reino Unido disse que "atualmente não há evidências apontando para uma violação dos bancos de dados, servidores ou serviços da Nintendo".

Fonte: IGN, Nintendo Japan
Tags
  • Redator: Fabio Rosolen

    Fabio Rosolen

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.