Créditos: Public Domain Pictures

Covid-19 faz envios de PCs a lojistas caírem, apesar de aumento na demanda

Fabricantes estão com dificuldades nas suas cadeias de fornecimento por causa da pandemia
Por Carlos Felipe Estrella 12/04/2020 13:43 | atualizado 12/04/2020 13:43 Comentários Reportar erro

O envio de computadores a lojistas teve a sua primeira queda em quatro anos no primeiro trimestre de 2020, apesar da pandemia de Covid-19 ter aumentado a demanda por desktops e notebooks ao redor do planeta. O motivo para isso, segundo a firma especializada em análise Canalys, está nos problemas que a quarentena está causando nas cadeias de fornecimento das fabricantes.

A queda no envio aos lojistas foi de 8%, em comparação com o mesmo período de 2019. No primeiro trimestre de 2020, as fabricantes despacharam 53,7 milhões de unidades de computadores.

A líder do mercado é a Lenovo, com 12,8 milhões (-4,4% em comparação a 2019) de computadores, notebooks e workstations enviados aos lojistas. Já a HP enviou 11,7 milhões (-13,8%) de PCs, enquanto a Dell ficou na marca de 10,5 milhões (+1,1%).

A empresa mais afetada pela pandemia do novo coronavírus seria a Apple, que enviou 3,2 milhões de Macs no primeiro trimestre de 2020. Isso foi uma queda de impressionantes 21% em comparação com o ano anterior. Em 2019, a empresa tinha 7% do mercado, enquanto agora eles têm apenas 6%.

Fonte: Canalys

- Continua após a publicidade -

Apesar das dificuldades no primeiro trimestre, há uma expectativa de melhora no horizonte. O analista da Canalys, Ishan Dutt, os problemas de produção que as fábricas chinesas estavam enfrentando estariam próximos de serem resolvidos.

Mas isso não quer dizer que tudo são boas notícias para as fabricantes de computadores. Isso porque a demanda por produtos do tipo não deverá seguir tão alta pelo resto do ano de 2020. Isso porque poucas empresas vão investir em tecnologia para seus escritórios e a grande maioria dos usuários domésticos já terá um computador novinho em casa.

Enquanto isso, o relatório da Canalys estima que outras tecnologias domésticas também tiveram crescimento no seu envio a lojistas no primeiro trimestre de 2020. Isso vale para produtos como webcams e monitores.

As câmeras para computadores, por exemplo, tiveram um crescimento de 179% nas primeiras três semanas de março, em comparação com o mesmo período de 2019. Isso fez com que os modelos mais populares de webcam esgotassem em grandes lojas de varejo.

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.