Créditos: TechPowerUp

Misteriosos Ryzen 3700C e 3250C aparecem em benchmarks

Os processadores que não aparecem no line-up oficial da AMD surgiram em testes que foram feitos de uma plataforma também não anunciada oficialmente, o Google Zork

Uma coisa maravilhosa sobre as ferramentas de benchmarking de hoje é que muitas delas alimentam seus resultados para bancos de dados on-line, nos dando vislumbres sobre novos hardwares antes mesmo de seus anúncios. As mais novas vítimas desta armadilha são os Ryzen 3250C e 3700C da AMD, CPUs que aparentemente executaram seus testes benchmark de um dispositivo "Google Zork".

Os chips apareceram nos bancos de dados Geekbench (Geekbench 4 e Geekbench 5), conforme apontado pelo NotebookCheck, com as seguintes especificações.

Especificações

  AMD Ryzen 7 3700C AMD Ryzen 3 3250C
CPU Núcleos / Threads 4 / 8 2 / 4
Frequência Base 2.3 GHz 2.6 GHz
Frequência em Boost ? ?
TDP     15W 15W
Gráficos Radeon Vega Mobile Radeon Graphics
Pontuação Multi-Core Geekbench 4  7,382 - 8,322 points -
Pontuação Multi-Core Geekbench 5 1,317 - 1,739 points 1,191 - 1,409 points

Ambos os chips parecem ser peças com TDP de 15W, tornando-os ideais para uso em dispositivos com restrições térmicas. A suspeita levantada pelo NotebookCheck é que possivelmente sejam versões adaptadas das APUs AMD Ryzen 3700U e 3250U para laptops, o que faria sentido dado que o número de núcleos, TDPs e frequências base são idênticas a dos respectivos chips.

- Continua após a publicidade -

Outro questionamento é referente a porque exatamente existiriam os Ryzen 3700C e 3250C. O que se suspeita é que sufixo C seja para 'Conversível', embora os chips possam ter perfis com frequências de boost diferentes ou arquiteturas gráficas ligeiramente adaptadas para atender às necessidades de um dispositivo conversível.

Isto posto, é necessário notar que também há a possibilidade desses chips não existirem propriamente: os dados que apareceram no Geekbench chegaram em abril, mas muito pouco se sabe sobre o Google Zork até agora.

O que é o Google Zork?

- Continua após a publicidade -

Caso isso não seja uma piada de 1º de abril, fica a pergunta: O que é o Google Zork?

A primeira vez que se falou do Zork foi há cerca de um ano como uma placa de referência com o chipset AMD Picasso, que serviria as APUs da AMD com gráficos Zen+ e Vega. Não existe confirmação, mas o NotebookCheck sugere que o Zork acabará sendo um Google Pixelbook 2 em 1, baseado em indícios que surgiram em diversos repositórios do Git.

Não existe confirmação, mas o NotebookCheck sugere que o Zork acabará sendo um Google Pixelbook 2 em 1

Não existem mais detalhes sobre o Google Zork até o momento, exceto que a placa-mãe usada é baseada em uma placa de referência codinome "Trembyle" - dado que Trembyle era um personagem no jogo Return to Zork de 1993, gênero point-and-click, na mesma linha de Full Throttle e Gabriel Knight, muito popular na época.

No momento, só o que existe é uma quantidade significativa de rumores e especulações, deixando pouca margem para qualquer conclusão mais esclarecida, mas se já existem benchmarks sendo feitos, é possível que algo mais concreto dê as caras num futuro não muito distante. 

Via: Tom's HARDWARE
Tags
  • Redator: Daniel Trefilio Carvalho

    Daniel Trefilio Carvalho

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas, professor, tradutor e revisor. Nas horas vagas, instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disketes.

Qual vai ser o melhor game lançado em maio de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.