Créditos: TechRadar

Linux 5.6 é lançado com suporte para USB4, placas GeForce RTX e mais

Além do suporte às GPUs Turing, novo Kernel traz melhorias ao suporte às GPUs Navi e Reonir da AMD e novo protocolo VPN como alternativa ao OpenVPN

A nova versão 5.6 do Linux foi lançada oficialmente com algumas atualizações importantes, trazendo suporte para USB4 e, com o driver Nouveau, às placas de vídeo da série GeForce RTX 2000.

O suporte à GPU Turing finalmente chegou com o driver Nouveau de código aberto, juntamente com as firmware proprietárias, como relatado pelo site Phoronix.com. Entretanto, a função do re-clock que faz com que a GPU opere em frequências stock ainda não funciona, além de outros elementos importantes que ainda estão faltando (como suporte à Vulkan com o Nouveau).

Nouveau, para quem ainda não está familiarizado, é uma alternativa aos drivers proprietários da Nvidia no Linux, e embora ainda esteja em um estado mais bruto, se comparado ao suporte para quem joga no ecossistema Windows, é bom ver as coisas progredindo para os jogadores Linux com uma das mais recentes placas da Nvidia em seu PC.

O novo Kernel do Linux 5.6 também introduz elementos para placas AMD, com melhor suporte de reset para placas gráficas Navi e Renoir (o que ajuda a GPU a se recuperar caso ocorra algum problema).

- Continua após a publicidade -

Conectividade Next-gen

A Intel introduziu o suporte à USB4, algo esperado, mas não menos importante. O padrão de conectividade de última geração oferece velocidades de transferência de dados de 40Gbps,  construído com tecnologia Thunderbolt 3, e os primeiros dispositivos estão previstos para serem lançados ainda em 2020.

Outra atualização importante é a introdução do suporte ao WireGuard, um novo protocolo VPN que traz uma alternativa bem interessante ao OpenVPN, que não é ruim, mas quanto mais opções aos usuários, mais o ecossistema se enriquece e todos ganham.

- Continua após a publicidade -

O Linux 5.6 também suporta home assistant Amazon Echo, e naturalmente vem com uma série de outras pequenas melhorias, sem mencionar algumas correções importantes. Nesta última categoria, há uma atualização para laptops Asus rodando com CPUs AMD Ryzen que impede o processador de superaquecer incorrendo em thermal throttling e instabilidade. 

"(...)estou supondo que teremos um lançamento da versão 5.7 bastante normal, (...) mas ei, as pessoas podem ter razões [por conta do coronavirus] bem plausíveis para perder a janela de fusão."

O site Phoronix observa também que o trabalho em direção a próxima versão do kernel Linux 5.7 não deverá ser afetado devido ao coronavirus – pelo menos não de forma contundente. Ao anunciar o lançamento do kernel Linux 5.6, Linus Torvalds observou: "No momento, estou supondo que teremos um lançamento da versão 5.7 bastante normal, e não parece haver sinais dizendo o contrário, mas ei, as pessoas podem ter razões [por conta do coronavirus] bem plausíveis para perder a janela de fusão."

Via: TechRadar
Tags
  • Redator: Daniel Trefilio Carvalho

    Daniel Trefilio Carvalho

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas, professor, tradutor e revisor. Nas horas vagas, instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disketes.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.