Mais de 300 lojas físicas da GameStop serão fechadas permanentemente

Com vendas indo de mal a pior, o Coronavírus veio para decretar o fim

A GameStop anunciou que fechará mais de 300 lojas físicas este ano como parte de seu esforço contínuo de "reduzir o volume" das lojas. A notícia foi publicada pelo novo relatório fiscal da GameStop que também revelou um possível atraso nas vendas do PS5 e Xbox Series X. Especula-se que a pandemia Coronavírus e os esforços de quarentena tenham "impulsionado" o fechamento das lojas, que já vinham passando por um declínio nas vendas.

Segundo a GameStop, 321 lojas foram fechadas no último ano fiscal, elevando sua contagem para 5.500 partes encerradas da franquia. De acordo com o CEO da empresa, George Sherman, há planos de atingir ou possivelmente exceder esse número durante este ano fiscal, o que significa que em breve haverá muitos funcionários da GameStop desempregados.

A empresa de varejo também revelou que, apesar do Coronavírus interromper o comércio em todo o mundo e forçar o fechamento de todas as lojas GameStop nos Estados Unidos, houve um aumento de 2% nas vendas em março desse ano em comparação a março de 2019. Ou as pessoas aproveitaram para jogar mais videogames na quarentena ou os grandes lançamentos como DOOM Eternal e Animal Crossing: New Horizon colaboraram para o aumento das vendas nesse mês.

No último trimestre fiscal a GameStop registrou um lucro líquido de US$ 21 milhões. No entanto, durante todo o ano fiscal, a receita anual caiu 22%, o que resultou em um prejuízo líquido de US$ 470,9 milhões. "Quando começamos o ano fiscal de 2020, continuamos focados em nossas principais prioridades, mas reconhecemos que continuamos enfrentando o cenário temporário de vendas baixas de hardware e software de consoles da geração atual", explicou o CEO da empresa.

A GameStop espera que as quedas de lucro sejam compensadas no último trimestre com os possíveis lançamentos do PS5 e Xbox Series X.

Via: TechPower Up
Assuntos
Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

O que você pesa mais quando escolhe sua plataforma para jogos?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.