Créditos: Valve/ Reprodução

Valve explica origem de falsos rumores sobre desenvolvimento de Left 4 Dead 3

Vazamentos tinham relação com testes da engine Source 2
Por Gabriel Tagarro 26/03/2020 13:28 | atualizado 26/03/2020 17:18 Comentários Reportar erro

A Valve veio a público para enterrar (novamente) os rumores de que estaria trabalhando em um novo jogo da franquia Left 4 Dead. Em uma entrevista ao IGN, desenvolvedores da empresa esclareceram a origem dos boatos que levaram à especulação sobre uma sequência. Segundo eles, vazamentos que aparentemente poderiam ter algum tipo de ligação com o suposto projeto nada mais eram do que testes relacionados à construção da engine Source 2.

A Valve havia divulgado uma nota oficial sobre o assunto no começo do ano. A companhia explicou na ocasião que um novo Left 4 Dead chegou a ser cogitado no passado, porém, acabou indo para a gaveta e lá ainda deve permanecer por algum tempo. "Exploramos brevemente algumas oportunidades de próxima geração para Left 4 Dead há alguns anos, mas não estamos trabalhando absolutamente em nada relacionado agora, e há anos que não o fazemos", declarou a empresa à época.

Chris Remo e Robin Walker, desenvolvedores na companhia, detalharam o que aconteceu. "Usamos partes de um nível de Left 4 Dead como o primeiro bit de geometria para começar a construir o (motor gráfico) Source 2, então um pouco disso vazou”, relatou Walker. “Era essencialmente um teste de renderização, e as pessoas pensaram que isso significava que estávamos trabalhando em (um novo) Left 4 Dead."

Walker explicou que o trabalho de construção da engine Source 2 naturalmente demandou diversos testes e daí surgiram ideias de novos projetos. Foi quando um possível novo jogo da série de zumbis chegou a ser especulado, juntamente com outros games do portfólio da Valve. 

Olhando especificamente para os que poderiam se encaixar com a proposta de VR, Portal também acabou sendo um dos candidatos, mas não deu muito certo. "O objetivo de usar as IPs existentes é começar a tentar entender e aprender. Se começarmos removendo uma das coisas mais interessantes da IP que estamos vendo, não parece que estamos fazendo uma boa escolha”, disse Walker. 

Fonte: IGN
Tags
  • Redator: Gabriel Tagarro

    Gabriel Tagarro

    Formado em jornalismo pela Universidade Castelo Branco, é apaixonado por games desde 1994, quando ganhou um Master System. Joga de tudo um pouco, seja no PC ou no console. Ama tecnologia e escreve com prazer sobre tudo que a envolve.

Qual o seu palpite para os preços dos consoles da próximo geração?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.