Call of Duty: Black Ops pode gerar uma crise Internacional

ESTA NOTÍCIA CONTÉM SPOILER

A Imprensa cubana criticou arduamente o game Call of Duty: Black Ops em um dos portais de notícia de maior acesso em Cuba, Cubadebate.

As acusações são de que os EUA estão por trÁs do game, onde o objetivo da primeira missão é assassinar Fidel Castro, e de fato isso acontece como podem ver no vídeo abaixo:

 

O site vai além, fazendo acusações contra o governo americano, falando dos planos dos EUA durante a famosa Crise dos Misseis em 1962, que na época era governado por John F. Kennedy, que inclusive também aparece no game, dando ordens diretas ao jogador exatamente durante a Crise dos Misseis.

- Continua após a publicidade -

Além disso tudo, o site ainda afirma que o game estÁ induzindo pessoas a praticarem um atentato contra Fidel Castro, presidente de Cuba.

A imprensa da Venezuela também fala do game em tom de crítica. Confira abaixo o vídeo:

Ainda não hÁ um pronunciamento oficial tanto do governo de Cuba quanto do governo Americano, mas não serÁ surpresa se o game for recolhido no mundo inteiro.

Assuntos
Tags
  • Redator: João Paulo Losada

    João Paulo Losada

    Gamer por natureza, JP Losada, ou simplesmente DJLosada como é conhecido por toda a comunidade gamer, é um grande conhecedor de games em geral. Eventualmente analisa lançamentos e comenta sobre os sucessos e decepções relacionadas aos games que chegam ao mercado através do portal Adrenaline. Jé escreveu para revistas de games, artigos para produtoras, além de ter citações em seu nome em caixas de jogos de PC lançados no Brasil. Possui parceria com algumas produtoras, principalmente de corrida

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.