Estudo traça perfil do jovem internauta brasileiro

Estudo inédito realizado pela McAfee traça perfil do jovem brasileiro na internet. Intitulado A vida secreta dos adolescentes: o comportamento dos jovens na Web, o estudo aponta que entre as dez principais atividades realizadas on-line pelos jovens brasileiros, sete delas envolvem compartilhamento de informações pessoais com desconhecidos.

O estudo foi feito através de entrevista amostral on-line realizada entre 9 e 21 de setembro, com jovens entre 13 a 17 anos de todo o Brasil.

De acordo com a anÁlise, 83% dos adolescentes utilizam as redes sociais e trocam informações pessoais publicamente; outros 67% realizam upload de fotos; 57% compartilham vídeos; 37% postam e divulgam informações em fóruns de discussões; 36% publicam post em blogs; 31% conversam com desconhecidos por meio de chat e 5% transmitem informações sobre os locais onde vivem e se encontram.  


Atividades mais realizadas na internet pelos jovens brasileiros


Dentre os jovens que acessam redes sociais, 71% atualiza frequentemente seus perfis e 46% incluem até  mesmo informações sobre suas localizações. Apesar de se exporem, 79% dos participantes do estudo afirmaram saber como manter sua segurança on-line.

O gerente de Suporte Técnico da McAfee para a América Latina, José Matias, faz um alerta em relação aos riscos dessa liberdade. "Ainda que a maioria dos jovens acredite que saiba como se proteger em ambientes on-line, em muitos casos eles compartilham informações pessoais com desconhecidos, que podem trazer riscos, caso esses dados sejam utilizados por pessoas mal-intencionadas", comenta o especialista.

- Continua após a publicidade -

Com relação a segurança no ambiente virtual, o estudo aponta que 72% dos entrevistados conhecem alguém próximo que sofre com bullying. Metade deles jÁ teve seus computadores infectados por ameaças virtuais, 25% foi vítima de insultos pejorativos e 20% jÁ teve suas senhas roubadas.


Informações pessoais mais reveladas pelos adolescentes entrevistados


Mais da metade dos entrevistados afirmou esconder de seus pais suas atividades on-line e um terço limpa o histórico do browser. Quase 30% ocultam ou apagam e-mails e mensagens de texto, 22% criam endereços secretos de e-mail e 39% fecham ou minimizam os sites que estão acessando quando um adulto se aproxima.

Em relação ao controle dos pais, 54% deles disseram ser questionados a respeito das suas atividades on-line. Metade deles estabelece acordos com seus pais sobre o que é permitido no ambiente virtual e 39% são obrigados a usar computadores em Áreas comuns de suas casas.

- Continua após a publicidade -

Atualmente, o Brasil possui uma população de 17 milhões de jovens entre 13 anos e 17 anos. Destes, 12,5 milhões acessaram a Internet nos últimos três meses, o que corresponde em média um em cada cinco internautas brasileiros. Segundo a anÁlise, os jovens têm a Internet como parte do dia a dia, e 48% dos entrevistados acessam a internet hÁ mais de 4 anos. Os chamados heavy users, que acessam a web em média de seis a sete vezes por semana, somam 77%.

A pesquisa ainda indica que cada vez mais os usuÁrios jovens têm usado dispositivos móveis para acessa a web. Um quarto deles utiliza celulares para se conectar. O computador de mesa, porém, ainda é o campeão de uso, com 89%. Metade dos entrevistados utiliza laptops e apenas 9% se conecta a Web pelo vídeo game.

A pesquisa foi encomendada pela McAfee, Inc. e foi realizada pela TNS.



Assuntos
Tags
  • Redator: Alexandre Lunelli

    Alexandre Lunelli

    Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Alexandre é um entusiasta da fotografia, música, e demais áreas que não cansem muito. Fã da comunidade opensource, e sonha com um mundo mais bonito, igualitário e sem o trabalho, mal que corrompe a humanidade.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.